Imagem OE5Ha2220161859079C514.jpg

Erros tipográficos: o maior pesadelo de um autor



2014-04-12

O escritor e ex-tipógrafo Eduardo Frieiro em seu saborosíssimo Os livros nossos amigos (a primeira edição é de 1941) dedicou um par de capítulos aos erros tipográficos. Diz Frieiro: “Em Tipografia chama-se gralha todo emprego errado de uma letra por outra na composição. Os nossos tipógrafos chamam-lhe também piolho, gato e pastel (...) Há muitos erros de imprensa, como sejam: enganos de ortografia, de letras ou palavras, assim como a deturpação ou a transcrição errada de vocábulos”.

Erros que às vezes ocasionam novos erros. Frieiro menciona o caso de Teófilo Braga que escreveu sobre certos “cantos de ledino”, um tipo de...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Rafael Monte
Sou Rafael Monte, nascido no Rio de Janeiro em 1978. Pesquisador de ninharias e Catedrático de Prima em la Picardia, sin salario.



Sugestão de Leitura


Ó Cunha, tira o chapéu

O francês Emílio Rouède era visto por seus contemporâneos como um tipo quase picaresco. E não era para menos. Ro ...

Clube Rabelais

O Clube Rabelais talvez tenha sido a mais despretensiosa das muitas tentativas dos literatos do final do século XIX de se reunirem em torno de ...

Retrato satírico da brutalidade

Dia desses andei folheando e relendo alguns dos contos de um curioso livrinho, as Histórias de meninos para quem não for criança, obra que na opi ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM