Imagem Alberto-Pimenta.jpg

“O mais avacalhado dos poetas portugueses”



2014-03-07

Em pequeno depoimento, Glauco Mattoso define Alberto Pimenta como “o mais avacalhado expoente da atual poesia de vanguarda portuguesa”, o que não deixa de ser um título e tanto, ainda mais vindo de quem vem. Mattoso diz também que se em terras lusitanas Pimenta é visto como maluco, “para os brasileiros é um maluco misterioso, o que lhe aumenta a aura maldita”. E conclui: “Vítima voluntária de sua própria atitude iconoclasta, não é de estranhar que a inexistência de Pimenta em Portugal ampliasse a lenda perante o público brasileiro. Lacuna contra a qual, temerariamente, trabalham os organizadores desta edição”.

Mattoso se...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Victor da Rosa
Victor da Rosa, ensaísta e escritor, é graduado em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina, e doutorando pela mesma instituição, com pesquisa sobre Machado de Assis. Organizou, em parceria com o poeta e tradutor Ronald Polito, a antologia 99 poemas (2009) e Escutem este silêncio (2011), ambas do poeta catalão Joan Brossa. Colaborou com resenhas e ensaios esparsos para diversos jornais e periódicos culturais: Bravo!, Mapa das Artes, Goethe Institut, Interartive, Suplemento Literário de Minas Gerais, Sopro, Sibila, Jornal Estado de Minas, Diário Catarinense, blogs do Instituto Moreira Salles e da editora Cosac & Naify, entre outros. Em 2010, ganhou o Prêmio Rumos, de Crítica Literária, do Itaú Cultural.



Sugestão de Leitura


A armadilha na poesia de Ana Martins

O crítico Murilo Marcondes de Moura já havia notado, na orelha de A vida submarina (2009), que a poesia de Ana Martins Marques sintetiza uma equa ...

Por que não googlas?

Creio que ainda não foi devidamente avaliada a relação entre a poesia de Angélica Freitas e o dadaísmo. Em um ensaio sobre a autora, escrito por ...

Vampiro no espelho

Parece consenso que a obra de Sebastião Uchoa Leite (1935-2003) foi se construindo, dos anos 60 até o início do nosso século, a partir de um atri ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM