Imagem 1523221514.jpg

Pequena voz - anotações sobre poesia

Imagem: Divulgação



2014-01-18

Um poeta não deveria falar de poesia – tem dela sempre uma ideia inútil para os outros. Poderá falar do procedimento quando escreve poesia, de como começa a música, quais os instrumentos do eco, do ritmo surdo no estômago, os seus «tudos» e «nadas» da saciedade.

O poeta ouve com atenção, desdiz e refaz as ataduras das coisas, assim comanda a estabilidade do mundo: porque a poesia garante uma ordem última que nunca se consumará, donde o requisito de limpidez, uma limpidez intransigente, violenta, se necessário.

Talvez as ideias que os poetas têm de poesia conformem uma espécie de metapoesia, útil à própria poesia.

Assim são os aforismos de Nuno Félix da Costa, poeta e fotógrafo português, psiquiatra e professor da Faculdade de Medicina de Lisboa.

Autor de vário livros, entre eles Cortex Frontal, Arte Última (poesia e fotografia), editado pela Casa Fernando Pessoa, Cinematografia (poesia) e Retratos de Hábito (fotografia), publicado pela Assírio e Alvim, Nuno prepara-se para o lançamento do seu novo título, ainda este semestre, em Portugal. Confira um dos capítulos de Pequena voz - Anotações Sobre Poesia, um ensaio em formato aforístico.




Os paroxismos da linguagem

1       A poesia nasce nos buracos do corpo onde fervem pequenas formas de vida, onde as imagens que vemos se moldam às interjeições. Não é o que sonhamos; a poesia desdenha o sonho – desabrochamento, descoberta mastigada, fios que a boca sopra ligam a teia a todas as coisas. O poeta dedilha-os, alguns rompem-se: música como leite.

2    Os trabalhos de Jouvet sobre a psicofisiologia da fase REM do sono ou sono paradoxal desmistificaram o sonho: mostraram como são prosaicos os conteúdos dos sonhos e relacionados com...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Mundos de uma Noite só

“Uma minúscula sala, apenas dois quartos. Moramos num apartamento pequeno. E, desde os primeiros anos da minha vida, ela acompanha c ...

A Educação dos Gafanhotos

  ... Ouve isto – comentei com o Marco. – Estão a dizer que um avião chocou contra uma das Torres Gém ...

Vista Chinesa

  Era uma terça-feira. O ano: 2014. O Brasil estava bombando. O Rio de Janeiro estava bombando. Em breve, nos tornaríamos a ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM