Imagem livro-vanessa-1.jpg

Novo livro de Vanessa Maranha tem ritmo vertiginoso



2012-12-04

Oitocentos e sete dias reúne novelas e contos, alguns deles premiados pelo Prêmio SESC de Contos Machado de Assis, Prêmio OFF FLIP de Literatura e pelo I Concurso de Contos da Universidade Federal de São João del Rei-UFMG. Esse é o terceiro livro da autora, colaboradora da Revista Pessoa, que conta também com participação em várias antologias.

Vanessa Maranha, também psicóloga, explora as entranhas do inconsciente na sua narrativa. O livro, dividido em duas partes, mantém o leitor numa incrível viagem pela vida de suas personagens, uma viagem que não é possível interromper, segundo Menalton Braff. Vai faltar o ar, muitas vezes, com a queda livre vertiginosa, avisa o escritor no texto de apresentação da obra.

O lançamento será no dia 14 de dezembro, às 20h00, na Pé da Letra Livraria e Café, em Franca, São Paulo. A obra logo estará disponível nos sites das livrarias Cultura e da Vila.

Trecho
“Como se a vida se abreviasse num único e longo dia, resfolegou desde o cerzido amarelo de sol abotoando a manhã até o tampo granítico ou a terra indigente, fecho da noite. Que não se enganasse e que não a levasse, essa vida, como se ela não corresse já: teria ele também de provar do sumo amargo das coisas desde a manhãzinha engatinhante até o desengano de permanecer fundido, parte de, nas mãos, no colo, no seio de alguém.

Soube então cedo que embora a luz generosa do dia nesse início e, - por lapsos, até o fim-, não entenderia o caminho. Manhã portanto só para existir e cinquenta e nove anos, ao anoitecer, descobrir que liberdade é apenas arranjar outro jeito de ver, intercambiar-se, deslocar-se por entre lugares, ainda que cravado no mesmo meridiano. E ser sempre, inescapavelmente assim, forjado num esforço humano por uma voz, por um olhar, por um calor. Somos acaso, essencialmente, muito mais que isso?”

Oitocentos e sete dias
Vanessa Maranha
Editora Multifoco



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Editora curitibana aporta em Lisboa

  Fundada em 2014, em Curitiba, Paraná, “com muitas ideias na cabeça e poucos recursos no bolso”, como sublinha ...

Livro premiado em Portugal será publicado pela Todavia no Brasil

Romance de estreia de Itamar Viera Junior, Torto arado venceu o Prêmio Leya 2018 por unanimidade. O júri, presidido pelo e ...

Inscrições abertas para o Prêmio Leya de Literatura 2019

A edição de 2019 do Prêmio Leya receberá inscrições até o dia 30 de abril. O concurso internacion ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM