Imagem

Revista Pessoa fecha parceria com editora para publicação de livro



2012-09-06

Um das propostas da revista Pessoa é casar o incentivo à leitura com a promoção da literatura de língua portuguesa. Estamos alcançando nossos objetivos e tentando ampliar ainda mais nosso canal de comunicação com os leitores. Há mais de um ano, lançamos na nossa plataforma digital a coluna da jornalista e escritora Claudia Nina com resenhas de livros de literatura contemporânea lusófona. A ideia é facilitar o acesso do leitor a obras relevantes em meio à polifonia do mercado editorial, sobretudo, do Brasil.

Com linguagem que é característica da revista, sem rococós ou academicismos, Claudia Nina, “especialista em cravar no coração da palavra, levou ao conhecimento dos nossos leitores obras de Cristóvão Tezza, Valter Hugo Mãe e Adriana Lisboa. A maioria delas tem figurado como finalista dos principais prêmios literários do país.

O olhar certeiro de Claudia Nina chamou atenção de Flávia Iriarte, da Oito e Meio, editora que aposta na nova geração de escritores. Em parceria com a revista Pessoa, a Oito e Meio vai reunir em livro todas as resenhas publicadas no site até o final do ano. Estamos trabalhando agora em um texto que contextualize as obras no tempo e ajude um público mais amplo a compreender o panorama da nossa produção literária atual.

A experiência bem sucedida com a escritora serviu de estímulo para que a Pessoa abordasse outras épocas. Afinal, quando o assunto é literatura clássica, o leitor também carece de sinalização clara e objetiva do que é importante conhecer.  O encontro com José de Alencar ou Adolfo Caminha se dá geralmente por pura obrigação escolar, sem o menor interesse dos leitores.

Surgiu então o convite para o escritor e pesquisador Eloésio Paulo assumir a tarefa. Com experiência como resenhista nos jornais O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e o O Globo, Eloésio estreou sua coluna na Pessoa com O alienista, do nosso genial Machado de Assis. O retorno imediato dos leitores mostrou a utilidade de mais essa ferramenta para atiçar o gosto pela leitura.

E as novidades não param por aí. Como o jornal Estado de São Paulo publicou em primeira mão no sábado, o site da revista lançou o primeiro folhetim eletrônico de uma revista de literatura lusófona:  365  - Diário do anonimato do mundo, de Ricardo Soares.

Autor  do romance Cinevertigem, pela Record, e de alguns infantojuvenis, Ricardo, também jornalista e roteirista, explora agora a literatura de viagem. Durante um ano, a revista publicará uma história por dia. Cada dia um lugar do mundo. “Uma longa viagem ou uma curta miragem?”, provoca o autor.

No sexto dia dessa aventura, duas editoras já sondaram nosso interesse em publicar 365 em formato de livro. As negociações estão abertas.

Criada há dois anos, com a proposta de levar literatura até os leitores, a revista Pessoa, publicação trimestral com distribuição gratuita, vem se firmando também como espaço para novas experiências literárias e parcerias que impulsionem a democratização da leitura.  



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Editora curitibana aporta em Lisboa

  Fundada em 2014, em Curitiba, Paraná, “com muitas ideias na cabeça e poucos recursos no bolso”, como sublinha ...

Livro premiado em Portugal será publicado pela Todavia no Brasil

Romance de estreia de Itamar Viera Junior, Torto arado venceu o Prêmio Leya 2018 por unanimidade. O júri, presidido pelo e ...

Inscrições abertas para o Prêmio Leya de Literatura 2019

A edição de 2019 do Prêmio Leya receberá inscrições até o dia 30 de abril. O concurso internacion ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM