Imagem

Fernando Pessoa e a invenção dos heterônimos



2012-03-18

Loucura ou genialidade? Encontro promovido pela Casa de Artes e Livros, hoje às 20h00, propõe jogar luz sobre o universo heteronímico de Fernando Pessoa: a sua gênese, e a sua enorme criatividade.

Discutirá diferentes abordagens do fenômeno, inclusive as do próprio Poeta: a historicista, que a vê como exemplo supremo de conceitos da época; a psicológica, que a vê como produto de gênio e loucura; a de gênero, que a classifica como teatro.

Mediada por Mariana Gray Castro, a conversa visa mostrar como estas abordagens nos podem ajudar, ou não, a melhor compreender o aspecto mais original, e emblemático, da obra de Pessoa.

Mariana Gray de Castro é formada em literatura inglesa e portuguesa pela Universidade de Oxford e pelo Kings College London. Vai publicar este ano um livro sobre Pessoa e Shakespeare, uma das suas maiores influências. Artigo da pesquisadora sobre essa influência pode ser lido na edição 2 da revista Pessoa neste site. Para acessá-lo vá por aqui: http://www.revistapessoa.com/2011/03/pessoa-e-shakespeare-fingidores-invisiveis/

Casa de Artes e Livros

Rua Luís Murat, 40 - Pinheiros, São Paulo

Telefone:11-2338-8851



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Editora curitibana aporta em Lisboa

  Fundada em 2014, em Curitiba, Paraná, “com muitas ideias na cabeça e poucos recursos no bolso”, como sublinha ...

Livro premiado em Portugal será publicado pela Todavia no Brasil

Romance de estreia de Itamar Viera Junior, Torto arado venceu o Prêmio Leya 2018 por unanimidade. O júri, presidido pelo e ...

Inscrições abertas para o Prêmio Leya de Literatura 2019

A edição de 2019 do Prêmio Leya receberá inscrições até o dia 30 de abril. O concurso internacion ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM