Imagem

Mia Couto vence prêmio Eduardo Lourenço



2011-10-08

O galardão, instituído em 2004, visa distinguir personalidades ou instituições, portuguesas ou espanholas, com intervenção importante na cultura ibérica.

Este ano e pela primeira vez, a distinção sai da Ibéria e é atribuída a Mia Couto, que nasceu e vive em Moçambique, sendo reconhecido pela divulgação da língua portuguesa.

João Gabriel Silva, reitor da Universidade de Coimbra e membro do júri, afirmou que o escritor “alargou os horizontes da língua portuguesa e da cultura ibérica” e a atribuição foi escolhida por “unanimidade e aclamação” entre 15 concorrentes.

Mia Couto, autor do célebre Terra sonâmbula, já foi premiado com o Prêmio Vergílio Ferreira (1999) e o Prêmio União Latina de Literaturas Românicas (2007).



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Salvador, na Bahia, recebe o primeiro Festival da Língua Portuguesa - FELPO

Nos dias 28, 29 e 30 de março, a capital baiana será o palco da celebração da língua portuguesa com uma progra ...

Contos clássicos ganham adaptação no canal Futura

Contos de grandes nomes da literatura brasileira ganham vida na série de filmes “Os Imortais”, que o Canal Futura estreia no p ...

Revista Pessoa promove festival com brasileiros e norte-americanos em Nova Iorque

  John Keene, Paul Beatty, Rivka Galchen, Leslie Jamison,  Andy Tepper, Susan Bernofsky  e Eric M. B. Becker se juntam a E ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM