Imagem

Inês Pedrosa vence Prémio Máxima pela segunda vez



2011-09-24

Esta é a segunda vez que lhe é entregue a distinção, depois de, em 1998, ter sido distinguida por Nas tuas mãos.

O prémio foi atribuído por unanimidade por um júri composto por Maria Helena Mira Mateus, Valter Hugo Mãe, Leonor Xavier e Laura Torres. O Prémio Máxima de Literatura, no valor de quatro mil euros, é o único prémio literário exclusivamente atribuído a mulheres em Portugal.

Inês Pedrosa nasceu em 1962. Iniciou a carreira como jornalista e, desde fevereiro de 2008, é diretora da Casa Fernando Pessoa, em Lisboa. Depois do best seller Fazes-me falta (mais de 100 mil exemplares vendidos) e de ter sido finalista do Prémio PT de Literatura com Eternidade e o desejo, Inês Pedrosa regressou ao romance em abril de 2010 com Os íntimos, uma visita ao universo dos homens.

A escritora tem obra publicada em Espanha, em Itália, no Brasil e na Alemanha.



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


A palavra como reposta ao sofrimento

  O Museu da Língua Portuguesa lança nesta segunda-feira (13/7) o Palavra no Agora. A proposta é estimular ...

Escritores criam plataforma para gerar renda e novas interações com leitores

  Como resposta à crise que se abateu sobre o mercado literário devido à quarentena no Brasil, um grupo de escritore ...

Escritores ganham edital de emergência no Brasil

  Lançado pelo Itaú Cultural, o edital de emergência contempla duas categorias: Escrita - prosa ou poesia e  ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM