Imagem

João Almino vence Prémio Zaffari & Bourbon



2011-08-24

Cidade livre, de João Almino, foi considerado o melhor romance de língua portuguesa publicado no Brasil nos últimos dois anos, entre junho de 2009 e maio de 2011. Ao prémio, no valor de 150 mil reais, concorreram 228 romances. O anúncio foi feito na 14ª edição da Jornada Nacional de Literatura, que acontece até sexta (dia 26) em Passo Fundo (Rio Grande do Sul).

João Almino sucede a Cristóvão Tezza (2009), Mia Couto (2007), Chico Buarque (2005), Plínio Cabral (2003), António Torres (2001) e Sinval Medina (1999).

O júri do 7º Prémio Zaffari & Bourbon de Literatura foi constituído pela escritora e académica Regina Zilberman (presidente do júri), pelo escritor Ignácio de Loyola Brandão e pelos académicos José Luís Jobim de Salles Fonseca, Miguel Sanches Neto e Benjamin Abdala Júnior.

João Almino é autor, entre outras obras, de Quinteto de Brasília, composto pelos romances Ideias para onde passar o fim do mundo (nomeado para o Prémio Jabuti e vencedor do Prémio do Instituto Nacional do Livro e do Prémio Candango de Literatura), Samba-Enredo, As cinco estações do amor (Prémio Casa de las Américas 2003) e O livro das emoções.

Almino é membro do Conselho Editorial da revista Pessoa.



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Editora curitibana aporta em Lisboa

  Fundada em 2014, em Curitiba, Paraná, “com muitas ideias na cabeça e poucos recursos no bolso”, como sublinha ...

Livro premiado em Portugal será publicado pela Todavia no Brasil

Romance de estreia de Itamar Viera Junior, Torto arado venceu o Prêmio Leya 2018 por unanimidade. O júri, presidido pelo e ...

Inscrições abertas para o Prêmio Leya de Literatura 2019

A edição de 2019 do Prêmio Leya receberá inscrições até o dia 30 de abril. O concurso internacion ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM