Imagem

Documentário ‘Vozes de Moçambique’ encurta a distância entre África e Brasil



2011-01-12

Fruto do trabalho de 6 anos de pesquisa da diretora Yana Campos, o documentário de 17 minutos Vozes de Moçambique - um paralelo com o Brasil constrói uma ponte afetivo-literária entre os dois países de língua portuguesa. A obra contou com depoimentos de vários escritores como Mia Couto, Domi Chirongo, Paulina Chiziane, Sangare Okapi, além do cineasta Ruy Guerra.

A primeira exibição do filme será no dia 14 de janeiro, no Tempo Glauber, no Rio de Janeiro.

Segundo a diretora, um dos caminhos para compreender melhor os moçambicanos é por meio de sua literatura. “Primeiro, me interessei pelo país, e depois, principalmente pela obra do Mia Couto e outros autores que me fizeram entender um pouco mais a situação do país. Minha ideia era tentar transmitir isso para um filme para que outras pessoas no Brasil entendessem melhor a África também”, conta.

O próximo passo é tentar levar o documentário para Moçambique e depois para escolas públicas brasileiras, a fim de divulgar o trabalho vinculado a uma programação de palestras. O intuito é produzir um box de DVDs com curtas sobre a literatura dos cinco países de língua portuguesa na África: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

“Surpreendeu-me a influência exercida pelo Brasil em Moçambique. O interessante é que essa proximidade com nossa cultura se repete nos outros países lusófonos. Eles nos conhecem profundamente, mas nós sabemos muito pouco sobre eles, principalmente nos campos da literatura, música e poesia”, observa Yana. “Temos uma dívida grande a ser sanada com a cultura africana e acredito que cada um de nós pode fazer um pouquinho para diminuir a distância entre os povos”.



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Escritores criam plataforma para gerar renda e novas interações com leitores

  Como resposta à crise que se abateu sobre o mercado literário devido à quarentena no Brasil, um grupo de escritore ...

Escritores ganham edital de emergência no Brasil

  Lançado pelo Itaú Cultural, o edital de emergência contempla duas categorias: Escrita - prosa ou poesia e  ...

O que acontece quando ninguém está olhando?

  Lançado no fim do ano passado, o LCB diplomatique é um portal literário do LCB (sigla em alemão para C ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM