Imagem

Levando arte



2010-08-10

Criado em Angola há quatro anos, o Movimento Lev´Arte, de incentivo à leitura, rompe fronteiras e leva ao Brasil o sonho de reunir arte e trabalho de humanização.

Com o lema “fazemos acontecer”, os jovens Shinya Jordão, Miriam Faria, Ângelo Reis, Nelson, Dilson de Sousa e Kardo Bestilo uniram-se com o propósito de estimular o gosto pelos livros.

O primeiro recital organizado pelo grupo atraiu quarenta pessoas. Não desanimaram, e hoje a plateia do Lev’arte ultrapassa vinte mil pessoas em eventos literários, com os principais nomes do cenário angolano.

O grupo atravessou o Atlântico e criou um polo em Campinas, interior de São Paulo, no Brasil, onde promovem saraus literários, festival de grafite e dança. Querem ir mais longe: a ideia é promover o intercâmbio cultural em todo o espaço lusófono.



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


A palavra como reposta ao sofrimento

  O Museu da Língua Portuguesa lança nesta segunda-feira (13/7) o Palavra no Agora. A proposta é estimular ...

Escritores criam plataforma para gerar renda e novas interações com leitores

  Como resposta à crise que se abateu sobre o mercado literário devido à quarentena no Brasil, um grupo de escritore ...

Escritores ganham edital de emergência no Brasil

  Lançado pelo Itaú Cultural, o edital de emergência contempla duas categorias: Escrita - prosa ou poesia e  ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM