Imagem VJ6Nh2942016143812D1547.jpg

Mariana Ianelli invoca e recria memórias em seu mais novo livro de poesias



2016-04-27

Em Tempo de voltar, a autora paulistana revê histórias, cenários e rostos que habitam o passado, mas que também podem retornar ciclicamente ao presente.

O seu oitavo livro de poesias reúne 36 poemas e sai pela editora Ardotempo. 

Para a poeta Maria Lucia Dal Farra, que assina a orelha do livro, “Tempo de Voltar” traz sílabas, ritmos, música e haustos que testemunham a precisão absoluta daquilo que mal chegou à vida e do que poderá vir a vingar:

 “Poética da memória e do porvir, da devolução do que se esqueceu, do que ainda se persegue e se ignora, ela transfunde o tempo que se foi que se segue, esculpe um pendular imóvel – puro milagre de linguagem”, diz.

Já o ensaísta Marco Lucchesi ressalta o compromisso da autora com o elemento primordial, a terra, o centro, o regressus ad uterum, onde não há fronteira entre o sono e a vigília. “A bela poesia de Mariana é água clara e fresca de poço profundo. O lençol freático de sua poesia nos dessedenta, inesgotável. Comove. E arrebata”, conclui.

A tarde de autógrafos acontece dia 30 de abril, sábado, às 17h, na Blooks Livraria do Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 – 3º piso – Consolação), em São Paulo.



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Cinema de rua, procura-se

  Novo filme de Kleber Mendonça Filho apresentado em Cannes em maio, chegou as salas portuguesas e brasileiras em simultâneo ...

Fusão de arte urbana e literatura faz homenagem à Língua Portuguesa

  Em comemoração ao Dia da Língua Portuguesa, 5 de maio, o projeto de intervenção urbana Paginá ...

Residência literária em Maputo

  A Câmara Municipal de Lisboa abre inscrições para uma residência literária de uma mês, de 1 ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2023 REVISTAPESSOA.COM