Imagem WK6Pk872016163207E2658.jpg

Encontro Transatlântico



2016-07-09

As revistas Pessoa e Ler unem-se numa iniciativa para aprofundar a ligação entre a literatura do Brasil e de Portugal, mais afastados do que a língua comum faria supor, e dar visibilidade a autores que nos seus países já alcançaram alguma projeção, mas que do outro lado do Atlântico permanecem desconhecidos

A Fundação José Saramago (com a revista Blimunda), em Lisboa, acolherá o Transatlântico - Encontro literário entre Brasil e Portugal para um bate-papo sobre as dificuldades enfrentadas pelos escritores do espaço lusófono de chegar aos leitores dos outros países onde também se fala e escreve em português. Ao tratar dos entraves, o evento pretende chamar a atenção para novos autores que têm surgido nos dois mercados, explorando a inserção de suas dicções na cena literária atual.

Com moderação da jornalista e crítica literária Isabel Lucas, colaboradora regular do jornal Público, da revista Ler e também da revista Pessoa, o encontro contará com a presença dos brasileiros Flavio Cafiero e Mariano Marovatto, da luso-angolana Djaimilia Pereira de Almeida e da portuguesa Joana Bértholo.


Flavio Cafiero é carioca. Seu romance de estreia, O frio aqui fora (Cosac Naify, 2013), foi finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti. Dez centímetros acima do chão (Cosac Naify, 2014), antologia de contos vencedora do prêmio Cidade de Belo Horizonte e segundo colocado na categoria Contos & Crônicas do Jabuti, foi também finalista do Prêmio Oceanos. O Capricórnio se aproxima (e-galáxia, 2014), novela lançada apenas em formato e-book, completa a lista de publicações. Atualmente, através da Bolsa Criar Lusofonia concedida pelo CNC (Centro Nacional de Cultura), vive por quatro meses em Portugal, pesquisando o país para mais um livro, enquanto finaliza seu segundo romance, a ser publicado em 2017. Além de se dedicar à literatura, é também dramaturgo e roteirista.

Mariano Marovatto também é carioca e vive atualmente em Lisboa. É autor de Casa (7Letras, 2015) e Vinte e cinco poemas com Chico Alvim (Luna Parque, 2015), e gravou alguns discos, entre eles: Praia (Maravillha 8, 2013) e Selvagem (Embolacha, 2016). Como pesquisador e arquivista literário, foi responsável, entre outros trabalhos, pela organização do acervo do escritor e compositor Cacaso e pela pesquisa de inéditos e estabelecimento de texto da Poética de Ana Cristina Cesar. Doutor em literatura brasileira pela PUC-Rio, Mariano foi também apresentador e roteirista do programa musical Segue o som, na TV Brasil, entre 2009 e 2016.

Djaimilia Pereira de Almeida nasceu em Luanda em 1982. Estudou Estudos Portugueses na Universidade Nova de Lisboa e Teoria da Literatura na Universidade de Lisboa. Em 2013, foi uma das vencedoras do Prêmioo de ensaísmo serrote (Instituto Moreira Salles, Brasil). É autora do aclamado Esse Cabelo (2015) (Teorema/Leya, 2015), vencedor do Prêmio Novos Literatura 2016, seu primeiro livro. Publicou ensaios curtos no Afrolis, no Buala, na Common Knowledge, na revista Ler e  no Observador.  No início de 2016, foi uma das finalistas da Rolex Mentor and Protégé Arts Initiative. Escreve quinzenalmente no jornal on-line Observador.

Joana Bértholo nasceu em Lisboa, em 1982. É licenciada em Design de Comunicação e doutorada em Estudos Culturais pela European University Viadrina Frankfurt (Oder), na Alemanha. Em 2005, com 23 anos, foi finalista do Prêmio Jovens Criadores na área de Literatura. Em 2009, o seu primeiro romance Diálogos Para o Fim do Mundo foi o vencedor do Prêmio Literário Maria Amália Vaz de Carvalho, atribuído pela Câmara Municipal de Loures. O romance foi publicado pela editorial Caminho no ano seguinte. Publicou ainda o livro de contos Havia - histórias de coisas que havia e de outras que vai havendo (ed. Caminho), o romance O Lago Avesso - uma hipótese biográfica (ed. Caminho), o seu segundo livro de contos, Inventário do Pó - estudos para a makina de fazer desertos (ed. Caminho). Em 2015, publicou na revista Granta número 5 (Tinta-da-China). Foi duas vezes nomeada para o Prêmio Novos na categoria de Literatura.

 

Sobre as revistas

O Encontro Transatlântico é promovido pelas revistas Ler e Pessoa. A Ler, que em 2017 completará 30 anos, é publicada pela Fundação Círculo de Leitores. Uma das revistas mais importantes de Portugal dedicadas à literatura, é conhecida também pela sua Independência – nunca recebeu apoios estatais. Aposta na pluralidade e na densidade ao fazer a cobertura da atividade editorial portuguesa por meio de entrevistas, colunas de opinião, ensaios, reportagens e artigos.

A Revista Pessoa, fundada em 2010, vem se firmando como espaço de criação, experimentação e divulgação da literatura de língua portuguesa em vários territórios. Essa parceria se inscreve num projeto de internacionalização da revista que se iniciou com uma edição especial (em francês e inglês) reunindo a obra de 27 autores brasileiros, organizada por Leonardo Tônus. A antologia teve lançamento, seguido de debates, com a presença de alguns autores, no Salão do Livro de Paris, com desdobramento em Bruxelas, e no Boston Book Festival, em 2015.

 

Transatlântico - Encontro literário entre Brasil e Portugal

Fundação José Saramago - Casa dos Bicos, Lisboa

Dia 19 de julho, às 18h30

 

Fotos: Da esquerda para a direita: Joana Bértholo, Flavio Cafiero, Djaimilia Pereira de Almeida e Mariano Marovatto



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Salvador, na Bahia, recebe o primeiro Festival da Língua Portuguesa - FELPO

Nos dias 28, 29 e 30 de março, a capital baiana será o palco da celebração da língua portuguesa com uma progra ...

Contos clássicos ganham adaptação no canal Futura

Contos de grandes nomes da literatura brasileira ganham vida na série de filmes “Os Imortais”, que o Canal Futura estreia no p ...

Revista Pessoa promove festival com brasileiros e norte-americanos em Nova Iorque

  John Keene, Paul Beatty, Rivka Galchen, Leslie Jamison,  Andy Tepper, Susan Bernofsky  e Eric M. B. Becker se juntam a E ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM