Imagem WK6Pk872016163207E2658.jpg

Encontro Transatlântico



2016-07-09

As revistas Pessoa e Ler unem-se numa iniciativa para aprofundar a ligação entre a literatura do Brasil e de Portugal, mais afastados do que a língua comum faria supor, e dar visibilidade a autores que nos seus países já alcançaram alguma projeção, mas que do outro lado do Atlântico permanecem desconhecidos

A Fundação José Saramago (com a revista Blimunda), em Lisboa, acolherá o Transatlântico - Encontro literário entre Brasil e Portugal para um bate-papo sobre as dificuldades que escritores de língua portuguesa têm de chegar aos leitores dos demais países da comunidade lusófona. Ao tratar dos entraves, o evento pretende chamar a atenção para novos autores que têm surgido nos dois mercados, explorando a inserção de suas dicções na cena literária atual.

Com moderação da jornalista e crítica literária Isabel Lucas, colaboradora regular do jornal Público, da revista Ler e também da revista Pessoa, o encontro contará com a presença dos brasileiros Flavio Cafiero e Mariano Marovatto, da luso-angolana Djaimilia Pereira de Almeida e da portuguesa Joana Bértholo.


Flavio Cafiero é carioca. Seu romance de estreia, O frio aqui fora (Cosac Naify, 2013), foi finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti. Dez centímetros acima do chão (Cosac Naify, 2014), antologia de contos vencedora do prêmio Cidade de Belo Horizonte e segundo colocado na categoria Contos & Crônicas do Jabuti, foi também finalista do Prêmio Oceanos. O Capricórnio se aproxima (e-galáxia, 2014), novela lançada apenas em formato e-book, completa a lista de publicações. Atualmente, através da Bolsa Criar Lusofonia concedida pelo CNC (Centro Nacional de Cultura), vive por quatro meses em Portugal, pesquisando o país para mais um livro, enquanto finaliza seu segundo romance, a ser publicado em 2017. Além de se dedicar à literatura, é também dramaturgo e roteirista.

Mariano Marovatto também é carioca e vive atualmente em Lisboa. É autor de Casa (7Letras, 2015) e Vinte e cinco poemas com Chico Alvim (Luna Parque, 2015), e gravou alguns discos, entre eles: Praia (Maravillha 8, 2013) e Selvagem (Embolacha, 2016). Como pesquisador e arquivista literário, foi responsável, entre outros trabalhos, pela organização do acervo do escritor e compositor Cacaso e pela pesquisa de inéditos e estabelecimento de texto da Poética de Ana Cristina Cesar. Doutor em literatura brasileira pela PUC-Rio, Mariano foi também apresentador e roteirista do programa musical Segue o som, na TV Brasil, entre 2009 e 2016.

Djaimilia Pereira de Almeida nasceu em Luanda em 1982. Estudou Estudos Portugueses na Universidade Nova de Lisboa e Teoria da Literatura na Universidade de Lisboa. Em 2013, foi uma das vencedoras do Prêmioo de ensaísmo serrote (Instituto Moreira Salles, Brasil). É autora do aclamado Esse Cabelo (2015) (Teorema/Leya, 2015), vencedor do Prêmio Novos Literatura 2016, seu primeiro livro. Publicou ensaios curtos no Afrolis, no Buala, na Common Knowledge, na revista Ler e  no Observador.  No início de 2016, foi uma das finalistas da Rolex Mentor and Protégé Arts Initiative. Escreve quinzenalmente no jornal on-line Observador.

Joana Bértholo nasceu em Lisboa, em 1982. É licenciada em Design de Comunicação e doutorada em Estudos Culturais pela European University Viadrina Frankfurt (Oder), na Alemanha. Em 2005, com 23 anos, foi finalista do Prêmio Jovens Criadores na área de Literatura. Em 2009, o seu primeiro romance Diálogos Para o Fim do Mundo foi o vencedor do Prêmio Literário Maria Amália Vaz de Carvalho, atribuído pela Câmara Municipal de Loures. O romance foi publicado pela editorial Caminho no ano seguinte. Publicou ainda o livro de contos Havia - histórias de coisas que havia e de outras que vai havendo (ed. Caminho), o romance O Lago Avesso - uma hipótese biográfica (ed. Caminho), o seu segundo livro de contos, Inventário do Pó - estudos para a makina de fazer desertos (ed. Caminho). Em 2015, publicou na revista Granta número 5 (Tinta-da-China). Foi duas vezes nomeada para o Prêmio Novos na categoria de Literatura.

 

Sobre as revistas

O Encontro Transatlântico é promovido pelas revistas Ler e Pessoa. A Ler, que em 2017 completará 30 anos, é publicada pela Fundação Círculo de Leitores. Uma das revistas mais importantes de Portugal dedicadas à literatura, é conhecida também pela sua Independência – nunca recebeu apoios estatais. Aposta na pluralidade e na densidade ao fazer a cobertura da atividade editorial portuguesa por meio de entrevistas, colunas de opinião, ensaios, reportagens e artigos.

A Revista Pessoa, fundada em 2010, vem se firmando como espaço de criação, experimentação e divulgação da literatura de língua portuguesa em vários territórios. Essa parceria se inscreve num projeto de internacionalização da revista que se iniciou com uma edição especial (em francês e inglês) reunindo a obra de 27 autores brasileiros, organizada por Leonardo Tônus. A antologia teve lançamento, seguido de debates, com a presença de alguns autores, no Salão do Livro de Paris, com desdobramento em Bruxelas, e no Boston Book Festival, em 2015.

 

Transatlântico - Encontro literário entre Brasil e Portugal

Fundação José Saramago - Casa dos Bicos, Lisboa

Dia 19 de julho, às 18h30

 

Fotos: Da esquerda para a direita: Joana Bértholo, Flavio Cafiero, Djaimilia Pereira de Almeida e Mariano Marovatto



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Editora curitibana aporta em Lisboa

  Fundada em 2014, em Curitiba, Paraná, “com muitas ideias na cabeça e poucos recursos no bolso”, como sublinha ...

Livro premiado em Portugal será publicado pela Todavia no Brasil

Romance de estreia de Itamar Viera Junior, Torto arado venceu o Prêmio Leya 2018 por unanimidade. O júri, presidido pelo e ...

Inscrições abertas para o Prêmio Leya de Literatura 2019

A edição de 2019 do Prêmio Leya receberá inscrições até o dia 30 de abril. O concurso internacion ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM