Imagem 291I61920160921255P032.jpg

Golpes



2016-09-01

Um dos maiores aprendizados para as pessoas que pesquisam a memória do holocausto, como eu fiz e faço, é a dificuldade em representar o testemunho de quem passou por ele, como minha mãe e, sobretudo, falar no lugar de quem testemunhou. São várias as questões éticas e representacionais tanto para a testemunha como para o seu assim chamado "porta-voz": que direito tem o sobrevivente de ter sobrevivido?; tendo sobrevivido, como esquecer se é preciso lembrar?; como lembrar-se se ele só quer esquecer?; como falar, se aquilo que ele viveu é irrepresentável e muito poucos estão dispostos a ouvi-lo?; como ser...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39,00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39,00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Noemi Jaffe

Noemi Jaffe nasceu em 1962, em São Paulo. É escritora, professora de escrita e de literatura e crítica literária. Publicou O que os cegos estão sonhando? (ed. 34), Não está mais aqui quem falou (Companhia das Letras) e Írisz: as orquídeas (Companhia das Letras), entre outros. É criadora da Escrevedeira Centro Cultural Literário. Vive em São Paulo.

 




Sugestão de Leitura


Das coisas que lembro sobre meu pai

- ele sempre perguntava, para os amigos que chegavam em casa: "O que você acha da conjuntura política e econômica internacional?"- ele tinha v ...

Para inveja: potinhos

Potinhos. Só aprendi a dar importância a eles depois de uma estada de duas horas, entre a 1 e as 3 da manhã, em Esalem, um centro de vivências ...

Buraco de tatu

Em viagem recente à Amazônia, saímos para desbravar um pedaço quase virgem da floresta, orientados por um guia local. O grupo consistia majoritar ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM