Imagem KA5DU2692016133409684S2.jpg

O gesto imperfeito



2016-09-26

“Atravessava-se um longo túnel e lá estava o País das Neves. A noite assumiu um fundo branco.” Já nas primeiras linhas do romance de estréia de Kawabata, “O país das Neves”, transparece a luz sobrenatural e a beleza perspicaz que marcam toda a sua obra. A sublimação da natureza, construída com profusão de detalhes, forma um percurso delicado entre solidão, beleza e erotismo, temas que Yasunari Kawabata (1899-1972) explora a partir dos pequenos gestos, como o trabalho manual na roda de cerâmica ou o simples alcance de uma xícara de chá. De um modo muito particular, reflete um Japão fragilizado...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Lucrecia Zappi

Lucrecia Zappi (Buenos Aires, 1972) é escritora, jornalista e tradutora. Cresceu em São Paulo e fez o colegial na Cidade do México. Cursou artes plásticas na Academia Rietveld (Amsterdam) e mestrado em Criação Literária na NYU. Há dez anos na cidade norte-americana, assina o Diário de Nova York para a Ilustríssima. Seu primeiro livro, Mil-folhas (CosacNaify, SP, 2009), ganhou o prêmio Bologna Ragazzi, em 2011, e o romance Onça Preta (Benvirá, SP, 2013) foi traduzido pela autora para o espanhol. Saiu no México (Pollo Blanco, Guadalajara, 2014) e na Espanha (La Huerta Grande, Madrid, 2015). Acre é seu segundo romance, lançado no Brasil pela Todavia e na Espanha pela La Huerta. No momento Lucrecia prepara seu terceiro, ainda sem título.




Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM