Imagem 5121A25102016151454BX187.jpeg

Se no centro da cidade ainda há asilos para doidos, então no centro da cidade há doidos residentes em asilos. E esses doidos, sendo inofensivos, saem do entremuros vigiado. Marca-lhes as feições doentes uma fealdade que testemunha a dor. Ora emudecidos, ora falando com os seus botões, ora vociferando contra deus, Napoleão, a filha, também podem deslizar, suaves, até junto dos carros parados nos semáforos vermelhos e pedir uma moeda para um café, um cigarro. Alguns asilos são de uma arquitectura notável, a que gente interessada tem dado destaque. Também nas artes há quem trabalhe nestes lugares, e não sei imaginar a doçura e a dureza que mora nesses corações.

Idealizamos os loucos? A mulher encarcerada no sótão, o músico que não pára de compor até morrer e não ouve ninguém, o filósofo peripatético que, contudo, não fala com ninguém? Não serão estas personagens estereotipadas do romantismo – desgrenhadas, drogadas, insones, quezilentas -- loucos?

Posso responder por mim: tendo a não idealizar...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Fernanda Mira Barros

Fernanda Mira Barros (Lisboa,1967) cursou língua e literatura inglesa e alemã na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É editora dos Livros Cotovia, pequena editora lisboeta de catálogo quase imaculado. É amante de livros, animais e outros seres belos. Ex-tímida, seu lema é: Nunca se sabe.




Sugestão de Leitura


Diários de periodicidade incerta

  Domingo Recolhiam as esteiras da venda de melões de beira de estrada os dois ciganos. Mais perto da rotunda instalava-se j&aa ...

Propósitos de despropósitos

Gosto tanto de certas palavras que gosto mais de certas palavras do que de certas pessoas, que gosto mais de certas palavras do que de certas pai ...

Não recordo o frio

Mosteiro zen, Colorado, fim de 2016 Não recordo o frio, recordo a neve, que é, por definição, bem mais que fria. F ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM