Imagem QF5Ic22112016111340AE524.jpg

Clube Rabelais



2016-11-22

Um pacto no século XIX para ligar os homens de letras?

O Clube Rabelais talvez tenha sido a mais despretensiosa das muitas tentativas dos literatos do final do século XIX de se reunirem em torno de uma associação. Agremiação gastronômica, sem estatutos ou diretores, o Rabelais consistia apenas na organização de um jantar mensal onde os sócios desfrutavam algumas horas em boa camaradagem enquanto enchiam o bandulho. Entre os rabelaisianos estavam Raul Pompeia, Artur Azevedo, Capistrano de Abreu, Araripe Júnior, João Ribeiro, Lúcio de Mendonça, Rodrigo Otávio, Valentim Magalhães, Pedro Rabelo.

“Todos mais ou menos jantavam”, recordou certa vez João Ribeiro, “e era possível, pois, instituir um jantar comum, por escote, em...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Rafael Monte
Sou Rafael Monte, nascido no Rio de Janeiro em 1978. Pesquisador de ninharias e Catedrático de Prima em la Picardia, sin salario.



Sugestão de Leitura


Ó Cunha, tira o chapéu

O francês Emílio Rouède era visto por seus contemporâneos como um tipo quase picaresco. E não era para menos. Ro ...

Retrato satírico da brutalidade

Dia desses andei folheando e relendo alguns dos contos de um curioso livrinho, as Histórias de meninos para quem não for criança, obra que na opi ...

Um defensor da língua viva, da língua do tráfego diário

Como admirador de João Ribeiro gosto muito das histórias de seus ex-alunos no Colégio Pedro II. Um pouco pelas anedotas, admito, mas principalmen ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM