Imagem 2h950712017203423YB8KP.jpg

Fiapo



2017-01-10

Se há período pródigo em fracasso, é o do início da manhã. O trajeto aborrecido e desconfortável converte-se em preparação, a superfície das calçadas se enruga e os desníveis a exasperam a ponto de quase fazê-la blasfemar. No primeiro ônibus, o assento ao seu lado é ocupado por fones de ouvido, depois por grupo de sacolas. O segundo ônibus vem cheio, e então ela se encaixa entre três mochilas, mexe-se o menos possível, mira o ponto em que nenhum olhar se cruza e pensa na vida. Dirão que o tempo que ela dedica àquele serviço que paga pouco, mas alivia...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Estevão Azevedo
Estevão Azevedo nasceu em Natal (RN) e vive em São Paulo. É editor e mestre em literatura brasileira pela Universidade de São Paulo (USP). Em 2005, publicou o livro de contos O som de nada acontecendo (Edições K). Seu primeiro romance, Nunca o nome do menino (Terceiro Nome, 2008, Record, 2016), foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura em 2009. Tem contos publicados em revistas e na antologia de escritores brasileiros Popcorn unterm Zuckerhut – Junge brasilianische literatur, lançada em 2013 na Alemanha. Tempo de espalhar pedras, de 2014, foi eleito romance do ano de 2015 pelo prêmio São Paulo de Literatura, finalista do Prêmio Oceanos, e foi lançado na Itália em 2016 como Tempo di spargere pietre. Foto do autor de autoria de Ivson Miranda/Itaú Cultural.



Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM