Imagem 1493044403.jpg

Um olhar original e ambicioso sobre os contemporâneos

Divulgação



2017-04-24

Descortinando sentidos outros que os imediatos, procurando nos contextos e nas referências culturais e históricas da época, Helder Macedo oferece-nos uma interpretação da poesia lírica medieval que se afasta do habitual sentido que lhe era atribuído pela tradição literária e descobre inusitadas, surpreendentes relações, de cariz mais erótico

 

O poeta, romancista e ensaísta Helder Macedo é um dos autores mais incontornáveis da cultura portuguesa. Apesar de razões políticas o terem levado ao exílio e de viver em Londres desde 1960, manteve sempre a sua ligação à literatura portuguesa, sobre a qual lecionou e trabalhou, enquanto scholar e professor no King’s College. Após as obras de referência que publicou, sobre Cesário Verde (Macedo, Nós, Uma Leitura de Cesário Verde, 1975, e O Romântico e o Feroz, 1988), a lírica trovadoresca (Helder Macedo S. R., 1976), Camões (Macedo, Camões e a viagem iniciática, 1980), Bernardim Ribeiro (Macedo, Do Significado Oculto...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Maria João Cantinho

Nasceu em Lisboa em 1963. Passou a infância em Angola e regressou em 1975 a Portugal. Doutorada em filosofia contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa, é actualmente professora do secundário. Tem publicada obras de ficção (5 livros), de poesia (4 livros) e de ensaio (2 livros). Foi vencedora do Prémio Glória de Sant’Anna pelo seu livro de poesia Do Ínfimo (Coisas de Ler, 2016) e nomeada finalista pelo Pen Clube português pela mesma obra. Publicou recentemente Asas de Saturno (editora Exclamação, 2020) e Walter Benjamin: Melancolia e Revolução (Editora Exclamação, 2019). Tem colaborado regularmente com diversas revistas como JL, Revista Colóquio-Letras e publicações académicas. É investigadora auxiliar do CFUL (Universidade de Lisboa) e do Centre d’Études Juives, na Sorbonne IV. É membro do PEN Clube português (tendo pertencido à direcção entre 2009-2019), da APE e da APCL (Associação Portuguesa de Críticos literários). Fotografada por Vitorino Coragem.




Sugestão de Leitura


O coice brutal da experiência do quotidiano

  Reunindo neste livro duas partes, intituladas respectivamente «Telhados Longínquos» e «Rua antes do Céu ...

Liberdade imaginativa com disciplina formal

  (…)Abracemos o vento, como Ariel, ou como Caliban. Radiantes. António Cabrita, “Quadras”, 10, p. 20. & ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM