Imagem 1493848070.jpg

Ler a vida

Foto de Naama



2017-05-04

Poemas de António Carlos Cortez. Curadoria de Manuel Alberto Valente

 

A MESMA FALA

Num café de Lisboa

 

Novamente o mar batia  Palavras ainda
no olhar enevoado de quem trazia
cenas vivas na linguagem viva  O poeta era
quem falava  Eu escutava-o atento  Não sei
dizer mas a impressão de que a corda
do tempo estava agora a esgarçar-se tinha
uma outra força  Suas mãos e corpo vinham
assumindo a forma final de um coração
cheio de vazio  O tempo fez o seu serviço
perguntei E de erro em erro disse o dia a hora
o espaço em que ouviu por fim palavras dela 
de um modo absoluto como pedra caindo no fundo
do leito do mais perigoso rio
Agora entendo cada gesto seu
feito e ao longo de décadas repetido
Em cada fala sua cala fundo a dor de ter vivido
separado do que não podia viver com a poetisa maior
que o fascinou em jovem, a do idioma vivo
a das mais altas metáforas do âmago do mundo
Mas ela não trazia no peito só o esplendor abstracto
da...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


António Carlos Cortez

António Carlos Cortez (Lisboa, 1976). Poeta, professor de Literatura Portuguesa, ensaísta e crítico literário (colaborador permanente do Jornal de Letras e das revistas Colóquio-Letras e Relâmpago), publicou desde 1999 dez livros de poesia, os dois últimos já em 2016: A Dor Concreta – antologia pessoal 1999-2016 (Tinta-da-China) e Animais Feridos (Dom Quixote). Está publicado no Brasil na editora Jaguartirica, do Rio de Janeiro, com a antologia O Tempo Exacto (1ª edição, 2015; Abril de 2017, 2ª edição) e traduzido em edição bilingue (poemas em inglês, castelhano, alemão, italiano, francês, holandês e romeno), no Lirikline – European Poetry Observatory. Até ao fim de 2017 sai na Bulgária o seu livro inédito, Corvos Cobras Chacais, igualmente a publicar no Brasil durante este ano. Publicou em 2005 Nos Passos da Poesia – a pedagogia do texto lírico (Apenas Livros). Foi finalista do Correntes d’Escritas – Festival Literário Casino da Póvoa 2017. Recebeu em 2011 o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores para melhor livro de poesia de 2010 com Depois de Dezembro (editora Licorne). É consultor do Plano Nacional de Leitura e membro da Direcção do PEN Clube Português. 




Artigos Relacionados


Sem artigos relacionados.
Desenvolvido por:
© Copyright 2017 REVISTAPESSOA.COM