Imagem 1521382026.jpg

Nós e Eles

Imagem: Marielle Franco.



2018-03-17

 

Desse colapso nasce algo. Uma atitude de vida. Uma linha de frente que está disposta a ir até o fim. Infelizmente são poucos os interessados a começar a mudança dentro de si para depois repartir aos outros. Eles são generosos. São o avesso da apatia que nos assola. “Eles” somos “Nós”, só que com uma compreensão de mundo que preguiçosamente não temos.  E, por serem tão humanos, são espezinhados. Por nós.

 

“Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade”.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, criada em 1946 devido às atrocidades cometidas durante as duas grandes guerras, seria uma falácia política para confortar o luto do mundo após a morte de milhões de pessoas? Ou uma utopia sincera articulada por pensadores no pós-guerra?

Talvez os dois. Primeiro porque, desde que passamos a viver em sociedade, nunca deixamos de nascer presos a uma sentença social. Nós criamos os sistemas políticos e econômicos que maximizaram privilégios e, com isso, minimizam até hoje todo o resto. Com isso, criamos também a divisão humana. A desigualdade. A nossa distribuição por guetos, bairros, cidades e países delimitados pela ordem de sua riqueza ou pobreza. Criamos a violência, a guerra e a estrutura do poder.

Já não somos simplesmente seres humanos. Somos categorias de tudo o que...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Javier Arancibia Contreras

É ex-repórter policial. Escreveu o livro-reportagem Plínio Marcos – ACrônica Dos Que Não Têm Voz(Boitempo Editorial/2002) e os romances Imóbile (7Letras/2008), finalista do Prêmio SP de Literatura, O Dia Em Que Eu Deveria Ter Morrido (Terceiro Nome/2010) e Soy Loco Por Ti, América (Companhia das Letras/2016), finalista do Prêmio São Paulo de Literatura, Prêmio Jabuti e Prêmio Leya (enquanto original). Em 2012 foi escolhido pela revista inglesa Granta como um dos vinte melhores escritores brasileiros com menos de 40 anos.




Desenvolvido por:
© Copyright 2018 REVISTAPESSOA.COM