Imagem 1526645140.jpg

Uma e múltipla

Teolinda Gersão. Divulgação



2018-05-16

Durante todo o mês de maio celebra-se a Língua Portuguesa na revista Pessoa. Com a palavra, hoje, a escritora portuguesa Teolinda Gersão

 

Literatura é um lugar de encontro. A literatura em português é rica e bela, porque se escreve em diversas variantes de uma mesma língua. Una e múltipla, assim a quero, assim a amo e cultivo.

 

 

Teolinda Gersão é romancista e contista, reside em Lisboa. Viveu três anos na Alemanha, dois no Brasil, algum tempo em Moçambique. Escritora-residente na Universidade de Berkeley. Traduzida em 14 países.

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Língua em viagem

I Ir a Portugal é um estranhamento familiar. Tão longe do Brasil, tão perto do Brasil. Nove horas de avião at&eacu ...

Fragmentos

  Sempre quieto num canto da casa – sensação de que estuda a anatomia do Inimaginável; sempre acocorado, cabis ...

O nascimento da língua portuguesa em mim ou uma colagem comovida

  Tudo no mundo começou com um sim. De tudo ficou um pouco. Do meu medo. Do teu asco. Dos gritos gagos. Me colaram no tempo, me pu ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM