Imagem 1545128902.jpg

Degradação e abandono são o alicerce de livro de Ana Paula Maia

Foto: escritora Ana Paula Maia



2018-12-18

Penso que "Assim na terra como embaixo da terra" concentra os pontos fortes, mas também frágeis, de uma literatura radical e acessível; realista e absurda; moralista e cínica. Há contradições nos fundamentos do seu universo ficcional e não tenho problemas com a existência dessas contradições. Muito pelo contrário: elas tornam a literatura de Ana Paula Maia interessante e deliciosamente estranha.

 

“Fui atropelado e deixado pra morrer”, confessa Bronco Gil, um dos personagens da impactante novela Assim na terra como embaixo da terra (Editora Record, 2017), da escritora carioca Ana Paula Maia. “Um abutre comeu meu olho enquanto eu assistia. Estava paralisado. Muito ferido. Ele achou que eu estava morto. Fazia o trabalho dele. Abutres servem pra isso, pra comer o lixo, a carniça”. A confissão de Bronco Gil ajuda a dar um gostinho, para quem ainda não tiver lido nenhum dos livros da autora, do peculiar universo ficcional que Maia vem construindo desde sua estreia, em 2003, com O habitante das...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Cristhiano Aguiar

É escritor e professor da pós-graduação da Pós-Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em 2018, publicou o livro de contos Na outra margem, o Leviatã (Lote 42) e em 2017 o livro teórico Narrativas e espaços ficcionais: uma introdução (Editora Mackenzie).




Sugestão de Leitura


A distopia serena de José Eduardo Agualusa

  Assim que terminei a leitura do romance Os vivos e os outros, livro mais recente do escritor angolano José Eduardo Agualusa, me ...

Crítica literária em trânsito

   Em comemoração aos dez anos de existência da Revista Pessoa, Mirna Queiroz sugeriu que nós colaborador ...

O jogo de máscaras abolicionista nas crônicas de Machado

  Como bem sabemos, Machado se dedicou a vários gêneros literários. Os que mais lembramos são o conto e o roma ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM