Imagem foto.png

Lugar da fala e lugar do falo



2015-07-12

O lugar dos malas e o lugar onde os calos são pisados e tiros são dados no pé: eis o Facebook, que dissemina polêmicas na velocidade da luz e o pus na velocidade da impaciência das pessoas para ler, reler, tresler, conversar  — e só então debater. Eu mesmo sou uma dessas pessoas e tive paciência zero ao ler os comentários online a respeito da mesa que dividi com Joca Reiners Terron, Henrique Rodrigues e Daniel Galera na Casa Sesc durante esta última Flip. Minha paciência se evaporou e abriu as portas para meu ogro interior cair matando em cima...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ronaldo Bressane

Ronaldo Bressane é escritor e jornalista, autor de Sandiliche (Cosac Naify) e Mnemomáquina (Demônio Negro), entre outros. Seu blog é o Impostor, ronaldobressane.com. Na revista Pessoa, ele trata dos transtornos do nosso tempo




Sugestão de Leitura


Mudancite aguda

1. Eis que chego ao 22º ponto de vista da minha vida, um pouco por vontade de mudar, outro tanto por fim de contrato. Meus livros reclamaram ...

Amarração do amor

Subindo a rua íngreme o cara pensa em parar na sex shop, e, porra, por que não?, para. Empurrando o carrinho da filha recém-nascida a caminho d ...

Transtorno do dedo-de-seta

Todo mundo tem culpa, mas não dos pecados bacanas que confessa. Em trezentos metros, vire à direita. Hein? Quem disse isso? N&atild ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM