Imagem 1603135471.jpg

No degrau

Foto: Nina Luong



2019-05-31

Conto inédito de João Reis

 

Apareceram durante a noite, ou de madrugada. Ontem, ao regressar a casa, não estavam lá, no degrau, portanto, só poderão ter surgido durante a noite, ou de madrugada. Como ontem, ao fim do dia, quando da minha chegada a casa, não estavam naquele degrau nem em qualquer outro ponto visível do átrio de entrada no prédio, aqueles fios de cabelo emaranhados uns nos outros só poderão ter aparecido ali durante a noite, cerca da hora a que, por hábito, se janta, ou então depois da hora a que por hábito se janta, pouco depois da dita hora de jantar ou...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


João Reis

João Reis nasceu em Vila Nova de Gaia em 1985. Licenciado em Filosofia, foi editor da Eucleia Editora, que fundou, de 2010 a 2012. Atualmente, é tradutor literário, especialista em línguas nórdicas, tendo traduzido para português livros de Knut Hamsun, Halldór Laxness, August Strindberg e Patrick White, entre muitos outros autores. Entre 2012 e 2015, trabalhou e residiu na Noruega, Suécia e Inglaterra, onde exerceu várias profissões. A Noiva do Tradutor, a ser publicado nos EUA, em 2019, é o seu terceiro romance na Elsinore, antecedido por A Avó e a Neve Russa, finalista do prémio Fernando Namora 2018, escrito no decurso de uma residência literária em Montreal, Canadá, realizada em 2015, ano em que foi finalista do Bare Fiction Prize, na categoria de flash fiction, e A Devastação do Silêncio.




Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM