Imagem 1562832588.jpg

Aqui, dá uma lidinha nisto?

Foto: Panorama da Lagoa da Pampulha, Belo Horizonte.Domínio Público



2019-07-11

Ei, então vamos lá, por que resolvi pegar no pé do “aqui”? Porque tem um “aqui” que eu não vi em gramáticas e dicionários, por mais que eu pesquisasse... Ele é uma instituição do povo mineiro, mais especialmente o belo-horizontino, que usa o “aqui” como vocativo. Isso mesmo. Já ouviu? Pois eu ouço todos os dias, desde que nasci, e muito.

 

Psiu, oi, não é a primeira vez (e nem será a última) que me declaro uma amante dos estudos de morfologia ou da sintaxe da língua portuguesa. Nunca deixei de amar o problema da classificação das palavras (quanto a forma e função), com tudo o que isso implica, complica e indica. Essa raça antiga dos gramáticos, dos filósofos da linguagem, dos linguistas lato sensu vive em torno disso faz tempo e o objeto jamais deixa de ser fascinante. O que uma palavra é? Para que ela serve? Que função ou funções ela pode exercer, conforme a posição em que esteja...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ana Elisa Ribeiro

É mineira de Belo Horizonte, onde trabalha e reside. É professora e pesquisadora do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, onde atua na área de Linguagem e Tecnologia, em três níveis de ensino. Publicou mais de trinta livros para crianças, adolescentes e adultos, sendo os mais recentes os poemários Álbum (Relicário, 2018) e Dicionário de Imprecisões (Impressões de Minas, 2019). É colunista do Digestivo Cultural e da Revista Pessoa. Fotografada por Sérgio Karam.




Sugestão de Leitura


Objeto indireto

  Fui pôr o lixo para fora, na rua, numa sexta-feira à noite. O caminhão nem tinha apontado ainda, não ouvi o ...

Vírgulas a mais

  Já escrevi tanto sobre a revisão de textos. Há anos me dedico a tratar dessa tarefa como algo nobre nos ciclos de ...

Do efêmero e do oblongo

  Desde o advento das redes sociais on-line é que passamos a usar a palavra “roubartilhar”, que de roubo, propriamente ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM