Imagem 1569842193.jpg

Mar Fronteira

Foto: Mediterrâneo. Valência, Espanha. Por David Adam Kess. Creative Commons



2019-09-30

 

Conto inédito de Yara Monteiro

 

Tinha-a presa ao pescoço. A pequena sapatilha de madeira estava presa ao cordão.

Houve um tempo em que se quis matar. Logo após a sua chegada. Uma tentativa ridícula: enforcando-se com o cordão que tinha ao pescoço e prendia a sapatilha de balé. 

Embora fosse Passado, a sua memória não é leve nem fluida como a espuma do mar. É maré. Primeiro, inunda o Presente da sua tímida glória com perguntas e suposições, para logo o esvaziar e mostrar a ruína soterrada no seu peito. 

Sobrevivera à guerra, aos dias no mar e à chegada à Vila Terra Nova. Tinha alcançado o...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Yara Monteiro

Nasceu em Angola, em 1979 e cresceu na Margem Sul, em Portugal. Apresenta-se como "trineta da escravatura, bisneta da mestiçagem, neta da independência e filha da diáspora”. No seu livro de estreia, Essa dama bate bué!,Yara Monteiro trata de género, raça, colonialismo, identidade e diáspora. É corresponsável pelo departamento de Cultura, Arte e Espetáculos do INMUNE – Instituto da Mulher Negra.




Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM