Imagem 1577975666.jpg

A oficina de poesia como forma pedagógica

Foto: caixas de depósito bancário. Jason Pofahl



2020-01-02

O que transforma uma pessoa em poeta? A pessoa nasce poeta? Nasce não-poeta? Nasce com inclinações ou sem? Pode adquirir qualidades? Quaisquer qualidades ou apenas aquelas para as quais se inclina desde o nascimento? Forma-se na infância o desejo de ser guarda florestal, astronauta, aviadora, sapateira, cozinheira, escritora? O desejo pode arrastar um corpo para outra direção depois dos trinta? Depois dos sessenta? Apenas o desejo basta para se tornar o que se quer ser? É preciso o quê? Treinamento? Insistência? Sorte? Faculdades inatas? Diploma, autorização interna, externa, divina?

 

I – Existe uma formação dx poeta?

 

A oficina é uma forma pedagógica. E ela pode ser de muitos tipos. Como não queremos nos perder na erudição das diversas espécies pedagógicas, gostaria de lembrar que, no Brasil, desde Paulo Freire, podemos falar em dois tipos de educação: a educação bancária e a educação libertadora. Voltaremos a isso.

Não é sem motivos que paira uma desconfiança desconcertante sobre aqueles que se entregam à formação de outras pessoas como poetas. Oficineiros e oficineiras, como são chamados hoje, podem acabar prometendo o que é impossível por definição: transformar alguém que não é poeta em poeta.

Se...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Rafael Zacca

Rafael Zacca é poeta e crítico. É co-articulador da Oficina Experimental de Poesia, no Rio de Janeiro. Doutor em Filosofia na PUC-Rio, onde pesquisou a obra de Walter Benjamin. Colaborador do do Jornal Rascunho e da revista Escamandro. Autor de Kraft | Poemas (2015), Mini Marx (2017), Mega Mao (2018) e de A estreita artéria das coisas (no prelo). É um dos autores do livro de oficinas literárias Almanaque Rebolado, escrito a 20 mãos (2017).

 

 




Sugestão de Leitura


Nos 100 anos de Paulo Freire

  Aprender é uma espécie de jogo entre o mundo que você conhecia e outro que se anuncia. Não é que o qu ...

Parar as máquinas? Ler poesia hoje

  As cenas da poesia feita no Brasil hoje se multiplicaram. Ainda bem. Ninguém discordará, espero, que isso constitui um si ...

Antígona e os arquivos do luto em Como devo chorá-los

  Duas irmãs se abraçam com as cabeças recostadas sobre os ombros. É um acúmulo de dores: toda a fam&i ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM