Imagem 1583142237.jpg

Do direito de ter as próprias opiniões ao desejo de ter os próprios fatos

Foto: NRD. Colômbia



2020-03-01

Como vários estudos têm mostrado, as pessoas compartilham fake news de forma consciente e intencional. Mais uma vez, portanto, não se trata de uma questão de ignorância. A intenção é espalhar o máximo possível os “fatos” que mais se ajustam às minhas opiniões prévias e à minha ideologia política – o meu “time” –, ainda que eu saiba, ou ao menos desconfie, que esses fatos não são verdadeiros. Isso muda totalmente o núcleo da atuação política. É assim que, no lugar do confrontamento de opiniões sobre o mesmo fato, surge o confrontamento de fatos partidarizados.

Fatos parecem estar saindo de moda. Costumávamos pensar que o mundo empírico, a realidade objetiva, aquilo que é o que é, independentemente do que a gente pensa, fosse algo impositivo, a instância à qual poderíamos sempre recorrer para encerrar uma controvérsia. Acreditávamos que com o avanço da ciência essa realidade se tornaria cada vez mais clara, evidente, compreensível.

Ledo engano. Não que o nosso conhecimento acerca do mundo não tenha avançado. Ele avançou, sim, e muito. Mas quanto mais avança, mais complexo esse mundo se revela e menos sentido ele parece ter. Isso é válido tanto para o mundo físico quanto...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39,00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39,00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Renan William dos Santos

É doutorando em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP). Participa do grupo de estudos Diversidade religiosa na sociedade secularizada, vinculado ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e coordenado pelo Prof. Reginaldo Prandi. Desenvolve pesquisa nas áreas de Sociologia da Religião e Sociologia do Ambientalismo, analisando as novas formas de percepção sobre a natureza e a apropriação religiosa das pautas ecológicas. Atua nos seguintes temas: moralização dos discursos ecológicos, sacralização da natureza, religião e meio ambiente, religião e esfera política, teoria da secularização, desencantamento do mundo, escatologia, milenarismo, teoria sociológica e estudos sobre Max Weber




Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM