Imagem 1585841745.jpg

Em face do que não pode ser

Foto: Reuben Hustler



2020-04-01

Viçosas,
abraçadas com gosto,
as saúdes estampam-se em cara e corpo
de quem as carrega.

 

Dom, conquista, construção,
escolha decisiva em face
do que não pode ser, não agora,  
as saúdes são selo e envelope
da missiva erótica que assinamos
a sangue e saliva.

 

As saúdes, aventura que se sustenta em cadeia,  
elo no coletivo de desejos,
colhem-se, a qualquer tempo,
nas ramas do dia ou da noite,  
e seguem, ramo trêmulo,
pulso latente do porvir,
claro fluxo do presente. 

 

 

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39,00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39,00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Nilma Lacerda

Nasceu no Rio de Janeiro, onde vive. Autora de Manual de Tapeçaria, Sortes de Villamor, Pena de Ganso, Cartas do São Francisco: Conversas com Rilke à Beira do Rio, tem publicados ensaios e artigos científicos. Professora da Universidade Federal Fluminense e também tradutora, recebeu vários prêmios por sua obra, dentre os quais o Jabuti, o Prêmio Rio e o Prêmio Brasília de Literatura Infantojuvenil. No site da revista Pessoa, na Coluna Ladrinhos, Nilma publica quinzenalmente trechos das páginas lusófonas do Diário de navegação da palavra escrita na América Latina. O texto  ganhou talhe ficcional para publicação em Mapas de viagem, volume de contos que é fruto  de um projeto de formação de leitores. Ela também contribui com crônicas sobre o universo literário.




Sugestão de Leitura


Infâncias chamadas às falas

  Os dias doem. As noites também. Às vezes, a insônia pulsa forte. O jeito é ir para a sala, pegar um livro, a ...

A contratempo

  Não fui boa aluna de piano.  Filha mais velha de família pequeno-burguesa, os preceitos de classe social precisavam ...

Regina Yolanda Werneck: um nome para estes dias

  “Nos dias de hoje não lhes dê motivo Porque na verdade eu te quero vivo...” Cartomante. Ivan Lins. &nbs ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM