Imagem 1588584279.jpg

“Deitei-me sôbre a fresca relva um dia”

Auto-retrato da Marquesa de Alorna (cerca de 1788). Domínio Público



2020-05-06

Como os seus contemporâneos Bocage e Filinto Elísio, a Marquesa de Alorna foi uma peça-chave no século XVIII, período da história literária conhecido como neoclassicismo, no qual poetas, artistas e intelectuais, influenciados pelo iluminismo francês, buscaram reafirmar a importância dos modelos clássicos, ou seja, das culturas grega e romana, na arte, filosofia e literatura. Ela também foi importante para a chegada do romantismo em terras portuguesas, tendo apadrinhado um jovem Alexandre Herculano, que dela lembraria com respeito e cuidado.

 

Comecei a escrever este texto sob o impacto de um pesadelo envolvendo um membro da minha família. Não quero, claro, transformar meus leitores da Pessoa em psicanalistas-adjuntos. Mas quem nunca acordou assustado por ter sonhado com algo aterrador e desestabilizador? Ou, ao contrário, embaraçado com um sonho erótico, ou ainda frustrado porque sonhar era melhor do que a dura realidade de acordar? Suspeito que todos nós já tenhamos compartilhado o mesmo desconforto em comum.

Essa experiência atravessa o tempo. Em 1765, uma jovem de 15 anos de idade escreveu um soneto sobre o constrangimento dos sonhos. Leonor de Almeida Portugal...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Cristhiano Aguiar

É escritor e professor da pós-graduação da Pós-Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em 2018, publicou o livro de contos Na outra margem, o Leviatã (Lote 42) e em 2017 o livro teórico Narrativas e espaços ficcionais: uma introdução (Editora Mackenzie).




Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM