Imagem 1595342731.jpg

No futuro a literatura perderá o medo da morte



2020-07-22

Em comemoração aos 10 anos da revista Pessoa, propomos algumas reflexões sobre o campo literário e um exercício de imaginação sobre o seu futuro. Organização de Leonardo Tonus

 

Ouço uma voz ao fundo: “quem foi que disse que a literatura algum dia teve medo da morte? Só ficcionistas e poetas é que a temem e almejam a glória eterna. A palavra literária, não. Os personagens, menos ainda. Basta pensarmos em Quincas Berro Dágua, de Jorge Amado. Em Brás Cubas, de Machado de Assis. Ambos personagens transgrediram a ideia de morte. A impermanência nunca foi um problema para eles. A vaidade da eternidade não lhes cabe. Talvez, e justamente por isso, tenham se eternizado, não sei. O que sei é que eles apenas são o que são”.

Portanto, no futuro...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.05

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.05

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Marcelo Maluf

Nasceu em Santa Bárbara D’Oeste, interior do estado de São Paulo, em 1974. Autor dos infanto-juvenis Jorge do pântano que fica logo ali (FTD, 2008), As mil e uma histórias de Manuela (Autêntica, 2013), entre outros. Seu primeiro romance A imensidão íntima dos carneiros” (Reformatório, 2015), foi finalista do Prêmio Jabuti (2016) e vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura (2016).




Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM