Imagem 1599130490.jpg

Catsaridafobia

Nymphéas - Monet. Museu de arte moderna André Malraux, Le Havre, France. Reprodução



2020-09-02

O que salva? A arte e a literatura, que são os exercícios pelos quais conquistamos a alteridade, a noção do outro. Só que tem uma pegadinha. Não basta consumir arte e literatura. É preciso viver, não consumir. Ao olhar para os nenúfares do Monet, não basta entender o contexto, a técnica, a importância histórica. É preciso sentir o vento suave, o frescor da água, ver o movimento das folhas, ouvir os passarinhos. Para ver um Monet, é preciso fechar os olhos. O mesmo vale para Tolstói, Liszt, ou qualquer outro. É preciso viver a obra e não apenas conhecê-la porque isso lhe garante um status de intelectual.

 

Há uma dificuldade intrínseca em ser mulher, gay, gordo, negro, trans etc. A dificuldade é que precisamos provar a nossa existência diariamente. Vidas negras importam e, principalmente, existem. Nesse ponto, gosto mais do slogan We're here, we're queer. Você tem que ser respeitado e tem que respeitar qualquer existência, goste você ou não. Sabe por quê? Porque a sua opinião não importa. Digo mais: a sua opinião não importa a mínima. O outro existe, independententemente da sua vontade.

Sabe como chama quando um grupo tenta exterminar o outro, para que, justamente, deixe de existir? Fascismo. Então, se você acha que...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Carolina Vigna

Carolina Vigna (1971) é bacharel e licenciada em Artes Visuais, especialista em História da Arte, mestre e doutora em Educação, Arte e História da Cultura. Autora de vários artigos teóricos e 5 livros infantojuvenis. Mais no site da autora. 




Sugestão de Leitura


O improviso da borboleta

  E lá vamos nós para o sexto março de 2020. Tenho um afeto muito especial por agosto, por ter sido o mês em que me tornei mãe. Sempre que fal ...

Tax.tax.tax.taxionomia

  Como dentro de mim não há paz, busco essa sensação no mundo. Ó coitada, você deve estar pen ...

Quiçá uma jabuticabeira

  Uns anos atrás, em um evento literário em Lençóis Paulista, fui dar uma caminhada e cheguei num lugar meio ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM