Imagem 1608201038.jpg

Pegou e disse

Foto: Koala



2020-12-17

...Acho que é delícia escrito ou falado, mas falado tem um gosto, uma rolagem, um efeito que primeiro enrola a frase, mas depois dá a ela um reforço que está todo nesse verbo pegar, usado num lugar que enche de graça esse modo de dizer.

 

Língua escrita é algo muito gostoso, mas nada se compara à rolagem da língua falada. Não deve ter sido à toa que, por muito tempo, os estudos linguísticos se dedicaram quase só a estudar a fala, sua aquisição, suas formas, funções e seus sentidos. Lá pelas tantas é que a língua escrita ganhou espaço e força como objeto de pesquisa e interesse. A língua falada sempre nos atraiu e irritou, em proporções iguais, ou quase isso.

Desde criança, gosto de ouvir isto ou aquilo, deste ou daquele jeito, parando para degustar ocorrências que me parecem esquisitas, estranhas, bonitas, curiosas e assim....

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ana Elisa Ribeiro

É mineira de Belo Horizonte, onde trabalha e reside. É professora e pesquisadora do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, onde atua na área de Linguagem e Tecnologia, em três níveis de ensino. Publicou mais de trinta livros para crianças, adolescentes e adultos, sendo os mais recentes os poemários Álbum (Relicário, 2018) e Dicionário de Imprecisões (Impressões de Minas, 2019). É colunista do Digestivo Cultural e da Revista Pessoa. Fotografada por Sérgio Karam.




Sugestão de Leitura


Esses, erres e o bafafá

  Tive um amigo gringo que achava a coisa mais esquisita do planeta que, em português, existisse um verbo para levar e outro para t ...

Objeto indireto

  Fui pôr o lixo para fora, na rua, numa sexta-feira à noite. O caminhão nem tinha apontado ainda, não ouvi o ...

Vírgulas a mais

  Já escrevi tanto sobre a revisão de textos. Há anos me dedico a tratar dessa tarefa como algo nobre nos ciclos de ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM