Imagem 1610110349.jpg

Como se fosse um grito de guerra

Imagem: do acervo do autor



2021-01-08

 

Sol e silêncio

No primeiro dia do ano, um homem almoça solitário no boteco. É a primeira vez que acontece. Na mesa montada na calçada, o homem tem diante de si o prato, duas travessas de comida e a rua inteira. Emborca um gole de refrigerante da garrafa plástica verde e verte mais arroz para dentro do prato.  Faz sol e silêncio ao meio-dia do primeiro dia do ano. O homem mastiga sem pressa sob a sombra da marquise. Escuta a própria faca a serrar o fundo do prato. A farofa está no ponto. Mais um gole. Deve ter arrotado dentro...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Mariano Marovatto

Mariano Marovatto nasceu no dia primeiro de abril de 1982, no Rio de Janeiro. Escreveu livros como Estirâncio (7Letras, 2019), Casa (7Letras, 2015) e Vinte e cinco poemas com Chico Alvim (Luna Parque, 2015), e gravou alguns discos, entre eles: Praia (Maravillha 8, 2013) e Selvagem (Embolacha, 2016). Como pesquisador e arquivista literário, foi responsável, entre outros trabalhos, pela organização do acervo do escritor e compositor Cacaso e pela pesquisa de inéditos e estabelecimento de texto da Poética de Ana Cristina Cesar. Recentemente organizou Os Fantasmas Inquilinos, antologia de poemas de Daniel Jonas (Todavia, 2019) e a versão em português de Silêncio de John Cage (Cobogó, no prelo). Doutor em literatura brasileira pela PUC-Rio, Mariano foi também apresentador e roteirista do programa musical Segue o som na TV Brasil entre 2009 e 2016. Toda a sua produção está disponível aqui




Sugestão de Leitura


Isso sim era paz

  Purga lenta Em Lisboa, até os discos de jazz tem nome de santo. Nomes bonitos, como os das portas santas, hoje destituí ...

Um deus perverso

  Gliese 667 Cc Ao final, deito-me aqui no areal do posto dois. Sem os óculos, as luzes do Copacabana Palace me servem de estre ...

O futuro não veio

  O primeiro voo Erik Satie candidatou-se três vezes, antes dos trinta anos, à Academia de Belas-Artes. Falhou as tr&ecir ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM