Imagem 1615457528.jpg

Bartolomeu



2021-03-11

Em momento de expansão da leitura literária no país, na década de 1990, o contato direto de Bartolomeu com seu público, com professoras em seu trabalho de mediação de leitura permite reconhecer pontos doídos presentes em tantas vidas, passíveis de expressão. A vida pessoal era matéria de escrita e poesia; de partilha, portanto. A doença da mãe, o menino a buscar remédio e a palavra morfina, dor fina, a espetá-lo pelo caminho. Mas se esse menino fora Bartolomeu, é também qualquer menino, qualquer menina com a mãe doente, em visita à morte.

 

O nome é de origem bíblica: “filho de Tholmai”, “filho do que suspende as águas”, ou “que se suspende”. Personagem bíblico mencionado no Novo Testamento como um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, pode também aparecer como Natanael. De acordo com a tradição, São Bartolomeu evangelizou na Índia e na Ásia Menor, acabando martirizado na Armênia, no século I.  Santo popular, o nome tornou-se comum na Inglaterra, na França, em Portugal. Suas quatro sílabas estendem-se de forma sonora em abertura para o mundo, para a vida. A vida é o que é. Para aqueles que assistem, do lugar de sua extrema...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Nilma Lacerda

Nasceu no Rio de Janeiro, onde vive. Autora de Manual de Tapeçaria, Sortes de Villamor, Pena de Ganso, Cartas do São Francisco: Conversas com Rilke à Beira do Rio, tem publicados ensaios e artigos científicos. Professora da Universidade Federal Fluminense e também tradutora, recebeu vários prêmios por sua obra, dentre os quais o Jabuti, o Prêmio Rio e o Prêmio Brasília de Literatura Infantojuvenil. No site da revista Pessoa, na Coluna Ladrinhos, Nilma publica quinzenalmente trechos das páginas lusófonas do Diário de navegação da palavra escrita na América Latina. O texto  ganhou talhe ficcional para publicação em Mapas de viagem, volume de contos que é fruto  de um projeto de formação de leitores. Ela também contribui com crônicas sobre o universo literário.




Sugestão de Leitura


Assolada

  Às vizinhas do lado Leio Kramp, de María José Ferrada, e encontro pelas tantas a descrição de uma ...

Exaltação a Elza e a En-hedu-Ana  

  A Suméria nos legou um modelo de civilização, e nele a escrita é fundamental. Isso bastaria para meu intere ...

Coração a granel

  Para Águeda Gonçalves, minha avó, in memoriam    Leio, aqui nesta revista: “na mesa da ca ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM