Imagem 1626172608.jpg

Felino, não reconhecerás



2021-07-13

Apenas segue caminhando, indiferente, indo fazer sabe-se lá o quê, sabe-se lá onde, ele que pode fazer o que quiser e ir aonde bem entender — e, por isso, não raro faça nada, exceto caminhar lentamente de um lado para o outro pelo terreno reduzido do prédio em que moro

 

Na casa
inefavelmente
circulam olhos
de ouro

vibre (em ouro) a
          volúpia
o escuro tenso
vulto do deus sutil
indecifrado

Orides Fontela

 

2021:

Atualmente há dois gatos no meu prédio. Um vive no apartamento 202, alternando-se entre as janelas, o outro sobrevive na garagem, esquentando-se entre pneus, motores e escapamentos. De certo modo, esses gatos me fazem saber alguma coisa sobre a vida, mas eu não sei dizer exatamente o que seja. Se escrevo esta crônica, é na esperança de descobrir.

Limpo e de coleirinha brilhante,...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ewerton Martins Ribeiro

Nasceu em 1981 em Belo Horizonte, Minas Gerais, no Brasil, onde vive. Além de escritor de ficção, é jornalista e servidor da Universidade Federal de Minas Gerais, onde também atua como pesquisador. É mestre (2015) e doutor (2021) em literatura pela Faculdade de Letras da UFMG. Parte da pesquisa de seu doutorado, que resultou em uma tese sobre autoficção que é simultaneamente uma obra de autoficção, foi realizada na Universidade de Coimbra, em Portugal, entre 2018 e 2019, subsidiada por bolsa oferecida pela Fundação Calouste Gulbenkian. Publicou A Grande Marcha (editoras Circuito e e-galáxia, 2014), novela que tem como pano de fundo os protestos políticos brasileiros de junho de 2013, além de contos em revistas e suplementos literários. Venceu a edição de 2018 do Prêmio Literário Cidade de Manaus na categoria Ensaio sobre literatura.




Sugestão de Leitura


Carta de Manaus

    Diante da lei está um porteiro. Um homem do campo chega a esse porteiro e pede para entrar na lei. Mas o porteiro diz ...

Anedota, parábola, piada

  E eu estou desperto quando irrompe a aurora, embora meu coração padeça. Deveria estar brindando a amigos ausentes ...

O tempo dos besouros-de-maio

  por um amigo não saberia morrer mas saberia viver por um amigo para que sua palavra morta escalasse ainda o gosto de minh ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2022 REVISTAPESSOA.COM