Imagem 1630925491.jpg

Estamos em chamas: os livros-cadernos de Anselm Kiefer

Imagem: Anselm Kiefer, The High Priestess/Zweistromland. Astrup Fearnly MuseetReprodução



2021-09-06

Curadoria de Tatiana Salem Levy e Pedro Duarte de Andrade. Juntando filosofia, história e estética, esta seção dedica-se a pensar a liberdade experimental e crítica da arte face aos desafios do mundo contemporâneo.

 

A indestrutibilidade do desejo,
aí está o que nos faria, em plena obscuridade,
buscar uma luz apesar de tudo, o quão tênue ela seja.

Georges Didi-Huberman, Soulèvements, 2016.

 

os gestos dos livros-cadernos de Kiefer:

Já faz alguns anos que penso escrever sobre os livros-cadernos de Anselm Kiefer (1945). Sempre me interessou o trabalho plástico de Kiefer, e sua aula inaugural no Collège de France – L’art survivra à ses ruines (2011) – vem sendo objeto de reflexão, sobretudo nos pontos em que o artista revela alguns dos seus procedimentos, não exatamente os de pintura, mas os de convivência...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ana Kiffer

É Professora da Pós-Graduação em Literatura, Cultura e Contemporaneidade da PUC-Rio, Cientista do Estado pela FAPERJ e Bolsista de Produtividade no CNPq. Curadora convidada da Bienal de SP 2021. É escritora, com livros como Tiráspola e Desaparecimentos, Editora Garupa, 2016, A punhalada, 7Letras, 2016, Todo Mar, Urutau, 2018; colunista da Revista Literária Pessoa, pesquisadora da obra do escritor francês Antonin Artaud, vem desenvolvendo há muitos anos uma investigação sobre os diversos modos de relação entre os corpos e a escrita. Autora do livro Antonin Artaud, EDUERJ, 2016, e com Gabriel Giorgi Ódios Políticos e Politica do Ódio, RJ: Bazar do Tempo, 2019 e Las Vueltas del ódio, BA: Eterna Cadência, 2020. Organizadora do livro A Perda de Si – cartas de A. Artaud, Rocco, 2017; e das coletâneas Sobre o Corpo 7Letras, 2016, Expansões Contemporâneasliteratura e outras formas, com Florência Garramuno, UFMG, 2014, entre outros artigos e ensaios.  Fotografada por Aline Macedo.




Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM