Imagem 1638629078.jpg

"Obstinadamente estrangeira"

Foto: Joanna Kosinska



2021-12-04

Ao Brasil, com amor: uma troca mensal de cartas entre dois “estrangeiros” que nos levará até meados de 2022. Jamil Chade (em Genebra) e Juliana Monteiro (em Roma) compartilharão suas reflexões sobre o que será e quem seremos nesse momento de revolução. São cartas digitais. Mas os sentimentos, angústias e buscas são tão reais quanto seus próprios sonhos.

 

Lisboa, 4 de dezembro de 2021

 

Querido Jamil,

 

Escrevo de um café lisboeta. Faz frio, mas o dia é lindo. O sol do outono parece tentar compensar o calor hipotético com uma luz soberba sobre a capital do país que nos legou a língua em que você me lê. Na bolsa tenho documentos que me identificam para fins de direitos e polícia. Um passaporte brasileiro, outro português, uma identidade italiana. Uso cada um de acordo com a conveniência e a fronteira. Em Portugal, embora o livrinho de capa vermelha dê fé de que sou portuguesa, preciso explicar o acento, dizer do...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Juliana Monteiro

Juliana Monteiro é jornalista e escreve literatura. Nasceu em Brasília, onde manteve, por quase uma década, a Rayuela, uma livraria e espaço cultural que atraiu para a capital do Brasil escritores, artistas, todo tipo de Cronópios, menestréis e vagabundos geniais. Mora atualmente em Roma. Antes viveu em Londres. É mãe de Gael e Anita. Troca cartas para compartir o espanto, desde quando a incerteza de que o escrito chegaria a tempo. Disso ainda desconfia.




Sugestão de Leitura


"Convidar ao pensamento, despertar afeto"

  Roma, 24 de maio de 2022 Querido Jamil,   A ajuda que te peço hoje tem demanda de urgência. No próxim ...

"Chamar as coisas pelo seu verdadeiro nome"

  Roma, 20 de abril de 2002 Querido Jamil, É a terceira vez que inicio esse texto. As andorinhas já cumpriram a parte ...

"Estamos perdendo"

  Roma, 14 de março de 2022   Querido Jamil,   Há uns dois anos, Anita pediu que eu indicasse, entre ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2022 REVISTAPESSOA.COM