Imagem 1651157415.jpg

O coração a perigo



2022-04-28

 

In memoriam de Breno

Foi Breno que me falou de Strange Fruits. Não conhecia essa música de Billie Holiday. Foi uma conversa boa, ele queria saber de Cuba, do mundo que eu conhecia como escritora e professora, as visões que comportava. Falo sempre de Cuba, da revolução cubana, bom exemplo freudiano dos que fracassam ao triunfar. Conversa longa, suscita paixões. Não chegamos a isso, ficamos com Billie, com a memória do que não deve ser esquecido.

Os Estados Unidos lembram a toda hora, Black Lives Matter. No Brasil, parece que finalmente começamos a lembrar. Parece também que começamos pela porta do...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Nilma Lacerda

Nasceu no Rio de Janeiro, onde vive. Autora de Manual de Tapeçaria, Sortes de Villamor, Pena de Ganso, Cartas do São Francisco: Conversas com Rilke à Beira do Rio, tem publicados ensaios e artigos científicos. Professora da Universidade Federal Fluminense e também tradutora, recebeu vários prêmios por sua obra, dentre os quais o Jabuti, o Prêmio Rio e o Prêmio Brasília de Literatura Infantojuvenil. No site da revista Pessoa, na Coluna Ladrinhos, Nilma publica quinzenalmente trechos das páginas lusófonas do Diário de navegação da palavra escrita na América Latina. O texto  ganhou talhe ficcional para publicação em Mapas de viagem, volume de contos que é fruto  de um projeto de formação de leitores. Ela também contribui com crônicas sobre o universo literário.




Sugestão de Leitura


Em memória da professora Célia

  Rio de Janeiro, 16 de março de 2022.   Jamil e Juliana, distantes e a meu lado, “seu gesto de arregaç ...

Arabescos de setembro

  Começaram em agosto, em desenho gradual. As hastes projetavam-se longilíneas, mas o inchaço nas pontas trazia o an ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2022 REVISTAPESSOA.COM