Imagem boys-can-be-feminist.png

Fê, o feministo fofoleto



2015-11-19

Fê sifu. Foi ferido por um vírus do zeitgeist e perdeu o lugar de fala porém mantém o falo no lugar, como se fora um recuerdo da época em que era machista. Esquizo, bipolar, esquerdomachucado, Fê fica na dúvida sobre se abre a porta do carro e estende a mão à dama que sai, se dá uma sacada naqueles joelhos que escapam sob o vestido preto ou se deixa a amiga meter o salto 10 na lama retida no meio-fio, afinal sister é sister, ela é mulher, que se vire. Fê é tão polêmico quanto Ray Conniff, por isso se...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ronaldo Bressane

Ronaldo Bressane é escritor e jornalista, autor de Sandiliche (Cosac Naify) e Mnemomáquina (Demônio Negro), entre outros. Seu blog é o Impostor, ronaldobressane.com. Na revista Pessoa, ele trata dos transtornos do nosso tempo




Sugestão de Leitura


Mudancite aguda

1. Eis que chego ao 22º ponto de vista da minha vida, um pouco por vontade de mudar, outro tanto por fim de contrato. Meus livros reclamaram ...

Amarração do amor

Subindo a rua íngreme o cara pensa em parar na sex shop, e, porra, por que não?, para. Empurrando o carrinho da filha recém-nascida a caminho d ...

Transtorno do dedo-de-seta

Todo mundo tem culpa, mas não dos pecados bacanas que confessa. Em trezentos metros, vire à direita. Hein? Quem disse isso? N&atild ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM