Imagem titulo.jpg

A maior biblioteca rural do mundo terá Encontro sobre livros e inclusão social



2014-11-11

A biblioteca comunitária Maria das Neves Prado fica em São José do Paiaiá, vilarejo de Nova Soure, a cerca de 250 km de Salvador. Abriga mais de cem mil livros, o maior acervo em comunidades com menos de 50 mil habitantes.

Nas suas prateleiras, algumas obras raras, como a primeira edição de Casa-Grande Senzala, de Gilberto Freyre, e a coleção completa em francês de Molière.

Criada em 2001 por Geraldo Prado - filho da terra alfabetizado aos 10 anos e hoje doutor, professor e pesquisador universitário no Rio de Janeiro -, a biblioteca transformou-se num centro cultural, o “tesouro do sertão”, no povoado em que de cada 10, dos 500 habitantes, 3 são analfabetos.

Com cursos de pintura, bordado e capacitação de professores,  a biblioteca prepara-se agora para o seu maior evento: o I Encontro Sobre Livros, Leitura e Inclusão Social No Nordeste da Bahia, em parceria com a Universidade Estadual de Feira de Santa. Na programação estão oficinas de criação de histórias em quadrinhos, distribuição de 15 mil gibis e palestra com o escritor Antônio Torres, entre outras atividades culturais.

DATA: DE 4 A 7 DE DEZEMBRO DE 2014
LOCAL: POVOADO DE SÃO JOSÉ DO PAIAIÁ - NOVA SOURE, BA.
Mais informações pelo email: bmnp@ig.com.br



Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Livro premiado em Portugal será publicado pela Todavia no Brasil

Romance de estreia de Itamar Viera Junior, Torto arado venceu o Prêmio Leya 2018 por unanimidade. O júri, presidido pelo e ...

Inscrições abertas para o Prêmio Leya de Literatura 2019

A edição de 2019 do Prêmio Leya receberá inscrições até o dia 30 de abril. O concurso internacion ...

Poesia liga Belo Horizonte ao Porto

A revista DiVersos, que publica poesia e tradução desde 1996 no Porto, em Portugal, dedica uma edição especial ao &ld ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM