Imagem 8333G28120161928500h2DD.png

Escute agora enquanto é tempo



2014-10-25

O nome da seção é retirado do heterônimo fabuloso de Pessoa, António Mora, que escreveu os “Cadernos de reconstrução pagã ou Cadernos de Reação Pagã ou Cadernos [quinzenais] de Cultura Superior”. O “Terceiro Caderno” pode ser atribuído também a Ricardo Reis. Ou seja, transparência e fingimento.


Download PDF

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Manoel Ricardo de Lima
Manoel Ricardo de Lima é poeta e professor da Escola de Letras e no PPGMS [UNIRIO]. Publicou Geografia Aérea (7Letras), A forma-formante – ensaios com Joaquim Cardozo (EdUFSC), As mãos (7Letras), Jogo de Varetas (7Letras) e Falas Inacabadas (com a artista visual Elida Tessler) entre outros. Coordena a coleção “Móbile” de mini-ensaios para a Lumme Editor.



Sugestão de Leitura


Entre moscas, o homem

“um desejo que pensa, e um pensamento que deseja, isto é o homem”Aristóteles Mario Perniola escreve que estamos o tempo inteiro, agora, diante d ...

O navio, o contraespaço

“Eu não fazia a menor ideia, a essa altura, de como a minha vida no mar estava perto do fim, e, mesmo assim, não senti pena de mais nada, a não ...

Anotações de superfície contra a ‘vida miserável’

“O modo faz o percurso fora do percurso, margina-o de um sabor estranho mas que dá à contemplação a parte mais veloz do voo. Faço como tu.” Mari ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM