Imagem file3641274479102-1024x893.jpg

Dois perdidos e um dia branco



2014-08-19

Tomei o suco em goles grandes. Intragável essa porcaria, viu, Bárbara.

Ela tinha dito: “Deixei pra você um pão e um copo de suco em cima da mesa” e entrado no banho. Só que suco era só modo de dizer. Ki-suqui. Isso sim. Desses de pozinho. Ruim pra caralho. Um azedo aguado que não deixa o cara ter nenhuma ideia de qual gosto isso deveria ter. Sabor vermelho. Que merda. Mas, paciência, era o que dava pra comprar uma pessoa que não ganha porra nenhuma feito ela.

Não disse mais nada. Encarei bem lá no fundo do copo pela metade o pozinho...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Débora Ferraz
Débora Ferraz nasceu em Pernambuco, mas desde 2001 vive em João Pessoa, onde formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba, em 2009. Escreveu seu primeiro livro, Os Anjos, em 2003. O conto O filhote de terremoto, finalista do Prêmio Sesc de Contos Machado de Assis em 2012, foi adaptado para o cinema no curta-metragem “Catástrofe” (2012), dirigido por Gian Orsini . Venceu o Prêmio Sesc de 2014 com seu primeiro romance, Enquanto Deus não está olhando.



Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM