Imagem imagem1.jpg

Desvendando o livro fantasma de Paul Valéry



2014-08-18

tornar puramente possível tudo o que existe Alfabeto, Valéry

Como tudo o que existe e é definitivo, a materialização de Poemas Apócrifos de Paul Valéry (Confraria do Vento, 2014) é fruto de uma casualidade. Claro que, para tornarmos a realidade mais crível, podemos acordar que toda casualidade é parte de uma ficção maior. Isso talvez explique com coerência satisfatória como um encontro acidental em 2007 acabou por me levar a uma aventura intelectual, legal e física digna de uma peça farsesca que, por fim, culminou na primeira tradução desta obra tão atípica no repertório de um dos poetas mais importantes do séc....

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Márcio-André
Márcio-André é poeta, ensaísta, tradutor, artista sonoro e visual nascido no Rio de Janeiro e radicado na Espanha. Publicou Intradoxos (2007) e Ensaios Radioativos (2008) e fundou o coletivo, revista e editora Confraria do Vento. Deu aula de escrita criativa na Universidade de Coimbra e recebeu, em 2008, a bolsa FBN. Traduzido para mais de dez idiomas e presente em inúmeras publicações internacionais, foi poeta convidado em alguns dos principais festivais europeus, latino-americanos, dos EUA e Canadá. Em 2007, realizou uma “leitura suicida” nas ruínas da cidade fantasma de Prypiat, Chernobyl.



Sugestão de Leitura


Gesto e esquecimento no túmulo de Ezra Pound

A visita ao túmulo de Ezra Pound foi certamente o momento mágico da minha estadia em Veneza. Estive na cidade a semana passada para realizar uma ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM