Imagem carteiro-pessoa-2.jpg

Moedeiros falsos



2014-05-19

Duas vidas. Raramente o leitor de cartas divulgadas em livro ou em outro tipo de publicação se dá conta de que recebe moeda falsa. Brigitte Diaz, estudiosa da epistolografia de escritores do século XIX francês, acusa a sensível distância entre “as duas vidas da correspondência”, ou seja a “vida original, aquela que se desenvolve em tempo real” e a “vida virtual e recomposta pelos editores, a posteriori” (p. 13). De fato, a mensagem transcrita e estampada em tipografia uniforme, em um volume ou na tela do computador, perdeu todo o perfume da experiência do “real”. Se a carta é um...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Marcos Antonio de Moraes
Marcos Antonio de Moraes é graduado em Letras; mestre e doutor em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo. Docente e pesquisador do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Membro da Equipe Mário de Andrade no IEB-USP. Desenvolve pesquisas interdisciplinares, focalizando as relações entre literatura brasileira e memorialismo (correspondência de escritores). Recebeu o Prêmio Jabuti de melhor livro na categoria Teoria/Crítica Literária, pela obra Câmara Cascudo e Mário de Andrade – cartas 1924-1944 (Global, 2010). Recebeu o prêmio Jabuti na categoria Ensaio e Biografia com o livro Correspondência Mário de Andrade & Manuel Bandeira (Edusp/IEB, 2000).




Sugestão de Leitura


Dezembros

Para Mirna Queiroz Sociabilidade. Além daquilo que a memória preserva em cores fortes (mas instáveis), restou pouca coisa da casa dos Moraes, meu ...

Turbulenta diáspora (exílios, ainda)

Trajetória. Em resposta ao semanário paulistano que, sem fundamentação, noticiara o seu vínculo, na juventude, com o integralismo, Mário Pedrosa ...

Pássaros frenéticos

Fronteiras. “O exílio é uma experiência terrível”, assegura o antropólogo Darcy Ribeiro em suas Confissões (1997). Em 1964, aos 42 anos, tangido ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM