Paulo Franchetti

Paulo Franchetti nasceu em Matão (SP), em 1954. É doutor em Literatura pela USP (1992) e aposentou-se, em março de 2015, como Professor Titular na Unicamp. Publicou, entre outros trabalhos acadêmicos, “Alguns aspectos da teoria da Poesia Concreta”, “Haikai: antologia e história” e “Nostalgia, exílio e melancolia: leituras de Camilo Pessanha”. Publicou ainda os livros de poemas Oeste/Nishi (2008), Escarnho (2009), Memória Futura (2010), e Deste Lugar (2012) – todos pela Ateliê Editorial. Pela mesma editora publicou também O sangue dos dias transparentes (2002).
Recomendado

Cerca de bambu

2015-06-15
Fingimento - seção brasileira
IRespirando o ar leve, ouvindoo dia cantar no meio do céu, as avescortarem o dia, seu vulto claromergulhando nas ondas, a cristaerguida e breve, a cada passodo mar alto, o sal ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM