Adelaide Ivánova

É jornalista, fotógrafa, poeta e tradutora brasileira, nascida em Recife em 1982. Lançou os livros autotomy (...) (São Paulo: Pingado-Prés, 2014), Polaróides (Recife: Cesárea, 2014) e O martelo (Lisboa: Douda Correira, 2016; Rio de Janeiro: Garupa, 2017). Vive e trabalha entre Colônia e Berlim, na Alemanha. Foto de Pedro Pinho.

Recomendado

A gente nunca sabe muito bem se é pra rir ou pra chorar

2017-09-28
Tabacaria
  1. Eu demorei muito tempo pra conseguir escrever esse texto. Fiquei semanas me deixando cercar pelas coisas que Érica Zíngano emana quando se entra em ...

Medir com as próprias mãos

2017-06-26
Não me Importo com as Rimas
  Minha primeira exposição se chamou "corpo! teatro do precário" e teve curadoria daquele que era, então, meu roommate e confiden ...

Receita para abandonar o que assombra

2017-05-22
Não me Importo com as Rimas
  Eu conheci Liwaa Yazji em 2015, num jantar na casa da pesquisadora, escritora e ativista iraniana Azadeh Sharifi. Sharifi, na época, tentava organizar uma s&e ...

Jasmina

2017-04-04
Não me Importo com as Rimas
  Jasmina Al-Qaisi (Giurgiu, 1991) é uma poeta e fotógrafa romena que mora em Berlim e trabalha como arquivista no Savvy Contemporary, uma galeria que &e ...

Como borrar as fronteiras

2017-03-02
Tabacaria
Quando ganhou o Premio Nobel, Wislawa Szymborska disse que a primeira frase de um discurso era a mais difícil: “Pois bem, essa eu já deixei para trá ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM