Paulo Henriques Britto

Nasceu no Rio de Janeiro, em 1951. Professor e tradutor, é autor de seis livros de poesia (Liturgia da matéria, Mínima lírica, Trovar claro, Macau, Tarde e Formas do nada) e um de contos (Paraísos artificiais). Fotografado por Douglas Machado.

Recomendado

E meio

2018-01-07
Fingimento - seção brasileira
  SPLEEN 2½   Não se fazem mais lembranças como as de antigamente. Agora a memória apenas acumula indiferente   o ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM