Francisco José Viegas

Francisco José Viegas (Vila Nova de Foz Côa, 1962) é conhecido sobretudo como romancista (no Brasil estão publicados os seus romances Longe de Manaus, Um Céu Demasiado Azul e As Duas Águas do Mar), mas a poesia ocupa um lugar central no seu percurso literário, desde O Verão e Depois (1978) até Juncos à Beira do Caminho, que será publicado dentro de semanas e a que pertencem os poemas aqui reproduzidos. Editor da Quetzal e jornalista, é o director da revista Ler e foi entre 2011 e 2012 Secretário de Estado da Cultura. Fotografado por Alfredo Cunha.

Recomendado

A poeira da terra

2018-04-09
Fingimento - seção portuguesa
  Marília de Dirceu em Ouro Preto Sobrados, declives, Ouro Preto repete-se sem ficar exausta, dividida pela história; coisas sem sentido lembram-se ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM